terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

Annihilation: Conquest Book 1 HC

Depois da mega saga Annihilation , surge a sequela, Annihilation: Conquest !
Mais uma vez esta série tem o condão de tornar importantes personagens, que por norma são "secundárias"... foi assim na primeira série, com Drax, Gamora, Ronan, Star-Lord, Quasar, Super Skrull entre outros, mas um deles foi catapultado para uma série "on-going" a solo de sucesso: Nova ! É minha opinião, também, que a Marvel está a portar-se muito melhor em sagas "espaciais" (Annihilation, Planet Hulk), do que em mega séries "Terrestres" (Civil War e os últimos desenvolvimentos Spider-Man). Existe outra que ainda não li, World War Hulk, que nasce no espaço e acaba na Terra... a sequela de Planet Hulk!
Bom... falando de Annihilation: Conquest Book 1, temos muitas personagens que transitam da primeira saga para esta: Ronan, Star-Lord, Quasar (Phyla-Vell,irmã e herdeira de Quasar, morto na 1ª série), Moondragon (filha de Drax), entre outros.
Este Book 1, abre com o Prologue, em que Peter Quill (Star-Lord) tenta organizar as defesas do Império Kree, a pedido de Ronan, depois da onda de destruição da primeira saga. Correu mal, pois todo o sistema de interface tecnológico de defesa foi corrompido pela Phalanx (seres tecno-orgânicos já vistos em X-Men "Seis contra uma Galáxia", editado pela Devir)), que usam essa rede tecno para dominar todo o Império Kree, mantendo um campo de força em que ninguem sai, ninguem entra!
Seguidamente entra a mini-série Star-Lord... Peter Quill neste momento não é a pessoa mais querida pelos Kree! São-lhe retirados todos os implantes cibernéticos e é lançado em pleno fulcro da invasão, com uma equipa de "voluntários", cujo objectivo é atacar a Phalanx no seu âmago... desta equipa eu destaco Mantis e Rocket Racoon... à sua maneira ficaram-me na memória agradavelmente!
Seguidamente temos a mini-série Quasar em que Phyla-Dell, filha do Capitão Mar-vell e irmã do falecido Quasar, aprende a controlar o poder das suas braceletes quânticas, na companhia da sua amante Moondragon (Serpente de Lua)! Depressa enfrentam esta nova onda de destruição na "pessoa" do Super Adaptóide (possui todos os poderes dos membros dos Avengers), em que para sobreviver, Moondragon tem de sofrer uma transformação radical! A missão das duas amantes é descobrir o paradeiro do apelidado "salvador", que me escuso a dizer quem é... não quero fazer spoiler disto, apenas digo que é um dos personagens mais enigmáticos do universo Marvel (e também dos meus preferidos)!
Vou terminar por aqui, porque o livro é para ser lido e não contado, eu não quero fazer revelações que retirem as principais surpresas da estória. Posso dizer que a arte continua muito boa!
Entretanto esta edição, Annihilation: Conquest Book 1 HC, contém no seu final um resumo da primeira saga, Annihilation, que eu recomendo que se leia em primeiro, para refrescar a memória com os principais momentos da primeira saga.

Hardcover
Criado por: Lanning, Abnett, Giffen, Gage, Perkins, Lilly e Green II
Editado em 2008 pela Marvel Publications
Comprado em Amazon
Nota : 9 em 10
Deixa o teu comentário

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

Absolute Authority Vol.1 & Vol.2


Há sempre livros que me surpreendem! Ultimamente , no meu caso, foram "Planet Hulk", "Annihilation", "Planetary", "All Star Superman" e a fase Geoff Johns do "Green Lantern"! Agora fui surpreendido por estes dois livros, com 3 / 4 anos, do Universo WildStorm! AUTHORITY! A saber, deste "Universo" fazem parte por ex. Planetary e Gen13 . Adorei mesmo esta leitura!

The Authority tem raízes numa série já acabada, Stormwatch (nunca li). Warren Ellis tomou conta do título Stormwatch e introduziu novos personagens, mais caracterização, violência e um elemento raro em estórias de super hérois: política!
Este título foi editado numa altura de recessão da indústria americana de comics e acabou por ser "finalizada"...

Warren Ellis pegou nas três personagens sobreviventes de Stormwatch e criou The Authority, ficando o artista Bryan Hitch com o encargo da arte e Laura Depuy com a cor. As personagens são:

  • Jenny Sparks : O Espírito do Sec. XX, líder e fundadora, electricidade pura.
  • Apollo : O Deus Sol.
  • Midnighter : O Guerreiro por natureza, um lutador sempre sobrevivente.
  • The Doctor : O Mágico.
  • Jack Hawksmoor : O Rei das Cidades, consegue fundir-se com espaços urbanos.
  • Angela Spica : The Engineer, tem o corpo saturado com nanobots e "fala" com qualquer máquina.
  • Shen-Li-Min : The Swift, vôo e rapidez.
  • The Carrier : Nave gigantesca e viva, que navega dimensional/espacialmente, de forma instantânea.
A série foi um absoluto sucesso, com três arcos de estória criados por esta dupla. Fazem parte do Absolute Authority Vol.1 : The Circle, Shiftships e The Outer Dark.
Warren Ellis deu um pontapé na "normalidade" dos super heróis... eles têm "defeitos" que qualquer herói dos quais estamos habituados a ver nunca teriam, excepto talvez Wolverine... Jenny Sparks, líder do grupo, é uma fumadora inveterada, o Mágico é viciado em drogas pesadas, Apollo e Midnighter são o parzinho romântico do grupo, todos eles bebem bebidas alcoólicas e gostam de aliviar as suas tensões sexuais (isto tudo semeado com violência pura) ! Impensável!


O grupo assume-se como árbitro de todos os conflitos ao nível planetário, sejam fictícios ou baseados em problemas da nossa realidade (grande parte destes foram alvos da censura americana). Eles mandam, eles decidem o que é melhor, estão a borrifar-se para o politicamente correcto, e se para salver 10000 tiverem de matar 2000 não importa! Terá sido um dia bom, pois salvaram 8000! E vai de festejar com mais uma "bejeca"!

Absolute Authority Vol.1 acaba com uma visão de Deus muito própria de Ellis, a ser derrotada pelo grupo, embora no fim a fundadora Jenny Sparks acabe por falecer no último dia do ano (Jenny Sparks : O Espírito do Sec. XX). Jenny é uma das personagens do Universo WildStorm que nasceram no dia 1 de Janeiro de 1900, assim como Elijah Snow da série Planetary. 

No Absolute Authority Vol.2, a dupla criativa passa a Mark Millar e Frank Quitely. É composto pelos arcos Nativity, Earth Inferno e Brave New World.
Com a morte de Jenny Sparks, Jack Hawksmoor torna-se o líder do grupo, e empreende uma cruzada para resgatar o "O Espírito do Sec. XXI", com a revelação do Mágico de que o espírito de Jenny tinha incarnado num bébé nascido logo no dia 1 de Janeiro de 2000 (Jenny Quantum). Começa a demanda pelo pequeno ser, rastreado pelo Mágico, mas há mais interessados no poder deste "baby Jenny"(como será apelidado a partir daqui), pois tal poder podendo ser educado e focado para determinado objectivo passava a ser uma arma poderosa para quem fosse o "tutor" de tal criança! Finalmente baby Jenny é recuperada no fim do arco Nativity!

Como é lógico, os governos, sobretudo do G7, estavam fartos da ingerência deste grupo nos seus negócios... assim constroem e manipulam uma arma (um homem transformado geneticamente, com muitos implantes mecânicos), Seth, que com o seu gigantesco poder neutraliza todos os elementos do grupo, excepto Midnighter, que depois de levar uma tareia monumental, consegue escapar com a baby Jenny!

O grupo é substituído por uma nova Authority, e os seus elementos originais levam uma lavagem cerebral e são humilhados cada um à sua maneira... os substitutos apenas são parecidos com os originais, mas completamente corruptos e servindo o interesse dos governos e grupos económicos mais poderosos do planeta! Como nunca entenderam o que era na realidade o Carrier, também nunca o conseguiram utilizar como deveria, pois o Carrier na realidade estava vivo, não era apenas uma máquina!

Isso vai sair-lhes caro, pois o Carrier "deixa" Midnighter e baby Jenny entrar, ao mesmo tempo que Swift, a trabalhar como empregada doméstica de um dos responsáveis pela situação, recobra da lavagem cerebral e consegue ouvir o código que anula Seth! Depois da verdadeira Authority tomar conta do Carrier, Seth é transportado para lá e torna a dar uma "coça" em todo o grupo... apenas não contou com baby Jenny, que diz a frase que desarma Seth... e tudo acaba em festa !









Apollo e Midnighter casam e adoptam baby Jenny, o noivo beija o noivo :-)



Podia ficar aqui muito tempo, mas iria ficar maçudo...
Depois destes dois Absolutes há mais quatro fases desta série, convido-vos a descobrir todas as novas aventuras de The Authority! E não pensem que o meu texto tem uma quantidade enorme de spoilers! Tem muito mais, mas muito mais mesmo, nestes dois Absolutes para além daquilo que eu contei!
Como nota... este série deve ter sido das mais censuradas deste século! Pesquisem na Net, e verão como o presidente Bush (mostrado como cobarde) foi substituido por um presidente ficticio... isto e muito mais !

Boas leituras

Slipcased Hardcover
Criado por: Ellis, Hitch, Neary, Depuy, Millar, Quitely, Weston, Adams e Erskine
Editado Vol.1 em 2002 e Vol.2 em 2003 por Wildstorm



Deixa o teu comentário

sábado, 16 de fevereiro de 2008

Avengers : Defenders War


Esta é a compilação de uma mega saga de 1973 publicada nas revistas Avengers (nº115 a nº118) e Defenders (nº8 a nº11), Defenders War.
Para mim é de louvar estas edições por parte da Marvel, pois há todo um público que não conheçe o passado dos Vingadores e sequer a existência de um grupo chamado Defensores. Este era formado pelo Dr Strange (Dr Estranho), Valkyrie (Valquíria), Hulk, Namor, Silver Surfer (Surfista Prateado) e neste caso acompanhados por Hawkeye (Gavião Arqueiro), que se tinha retirado dos Vingadores.
Tudo começa com Loki acabado de escapar , com a ajuda de Dormammu, da sua prisão em Asgard. Tudo isto faz parte de um plano de Dormammu, que reina na dimensão negra, para conseguir entrar no plano dimensional da Terra. Entretanto, os Defenders estão reunidos para solucionar o caso que tinham entre mãos... o Cavaleiro Negro tinha sido petreficado por um poderoso feitiço e o Dr Strange está a tentar, por intermédio de encantamentos, devolver ao Cavaleiro Negro a sua forma natural!
A solução chega,mas truncada por Dormammu, que necessitava disso para levar os seus planos avante... entretanto Loki consegue convencer os Avengers de que o outro grupo de heróis estava a tentar reunir uma mega arma para contrôlo do poder universal! Essa arma é "apenas" o "O Olho Maldito" (The Evil Eye) que foi quase destruída pelos Quatro Fantásticos, e que detonou espalhando-se em seis pedaços pela Terra. Missão dos Defenders: reunir os bocados, missão para os Avengers: impedir o outro grupo desse objectivo!
É uma excelente Premiere Edition da Marvel, com a capa exterior um bocado diferente do normal... tem relevo e todos simbolos Premiere Edition passaram a um verde "ofuscante", em vez do tradicional dourado, já tinham feito o mesmo com o Silver Surfer : Requiem, trocando o dourado por prata!

Hardcover
Criado por: Steve Englehart, Sal Buscema e Bob Brown
Editado em 2007 pela Marvel Publications, com material de 1973)
Comprado em Book Depository
Nota : 8 em 10
Deixa o teu comentário

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

Pixel Media (Quadrinhos)


A Pixel Media está pensar num futuro, talvez próximo, em "exportar" as suas revistas do Brasil para Portugal! Será uma boa notícia se não houver comportamentos completamente "desrespeitosos" (estou a falar da Panini) e se vierem revistas em quantidade suficiente! Contactei Cassius Medauar (responsável da Pixel) para confirmar esse interesse, transcrevo uma parte dos Mails:

Olá Sr. Cassius Medauar
Soou o boato , aqui em Portugal, que a Pixel iria editar para Portugal!
A minha pergunta é:
É verdade ?
Se for verdade, quais os títulos propostos?
Se houver resposta sua a este mail, posso "colar" no meu blog ? (endereço do Blog em baixo)

Oi Nuno,
desculpe a demora em responder, é que como vc deve imaginar tenho muito trabalho aqui e pouca ajuda.
Sim, vc pode colar no seu blog a resposta.
E a resposta é sim, queremos levar nossas coisas ai para Portugal, apenas estamos estudando como fazer isso, porque é bem complicado esse processo pois envolve transporte, distribuição e custos altos.
Por isso não sei te dizer ainda nem quando nem que titulos iriam ai para Portugal.
Obrigado vc pelo contato.
Abraço,
Cassius Medauar
Editor-chefe
Pixel Media


Entre os títulos editados pela Pixel contam-se Spawn, Fábulas, Ex.Machina e WildCats !
Seriam bons títulos, pelo menos para mim que adoro Spawn do Mac Farlane (isto para não falar da revista, que tem uma serie de estórias bem tentadoras !), mas para já são apenas estudos comerciais...
Deixa o teu comentário

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

Absolute Danger Girl: Signed & Numbered


Não há muito a dizer sobre este livro... é uma excelente edição da WildStorm, composta por uma Slipcase (caixa), o livro da estória propriamente dita, mais o sketchbook de Scott Campbell, com o estudo das personagens deste livro! É um livro divertido, de leitura fácil com uma estória que é uma mistura dos "Anjos de Charlie" com o "007 - James Bond" e um pouco de Indiana Jones. Mistura-se tudo e temos Danger Girl!
Como eu disse atrás, é um livro de puro entretenimento (que é isso basicamente que se pretendia com este livro), mas acho que para uma versão "Absolute" haveria outros livros bem mais interessantes! Adoraria ver um Absolute Edition da série "Fables"!

Slipcased Hardcover
Criado por: Andy Hartnell e Scott Campbell
Editado em Setembro 2003 por Wildstorm
Comprado em EBay
Nota : 7 em 10
Deixa o teu comentário

sábado, 9 de fevereiro de 2008

Supreme Power


Cada vez gosto mais destes "Universos" alternativos, embora seja uma colagem da Marvel, com o selo MAX, a alguns dos herois do universo DC Comics. A grande diferença está no perfil psicológico dos respectivos herois! A saber Hyperion - Super Homem, Princess Zarda - Wonder Woman, Nighthawk - Batman, Amphibian - Aquaman, Blur - Flash, etc...
Agora estes não têm a ver nada no seu modo de actuação, com os herois certinhos referidos, estes estão cheios de "defeitos" na sua personalidade, ou seja mais humanos !
Houve uma primeira tentativa para o lançamento desta equipa em 1971 com o nome de Squadron Supreme, com o seu aparecimento na revista Avengers, mas não teve grande sucesso... Em 2003 a Marvel deu rédea solta e liberdade de criação a Michael Straczynski (Babylon 5) e Gary Frank. Estes conseguiram fazer algo de diferente no mundo dos comics com esta série, e "infelizmente" teve bastante sucesso e passou a ser uma edição Marvel mainstream... ou seja, acabaram as cenas com corpos nús e violência bárbara! Para mim a série acabou por aqui! Decididamente é rídiculo o ser feminino Amphibian, que em Supreme Power não tem uma única peça de roupa, visto ser um ser marinho; em Squadron Supreme já lhe vestiram uma bela fatiota, penso que de cabedal, que deve dar um "jeitaço" para viver dentro de água...
Em relação à estória, começa pela origem e apresentação dos super humanos, desde a sua meninice. Neste aspecto o personagem Hyperion tem um tratamento especial, e muito bem feito, para se perceber as suas atitudes já como homem! Para vocês perceberem, no tratamento dado ao Hyperion, até aparece o Bush no seu melhor, e vocês já sabem o que isso significa...
No segundo volume é feita a perseguição aos hérois que não querem seguir as regras vigentes dos EUA , com vilões (que no fundo também não são assim tão maus...), contratados pelo governo Norte-Americano... infelizmente para o mundo, Arcanna (uma especie de Feiticeira Escarlate), em luta com Hyperion manda todo o Universo, sem querer, para uma realidade alternativa, e horrivel também!
Bom não digo mais !
Como nota, no Vol. 1 a Marvel faz em apêndice uma re-impressão das estórias do Squadron Supreme, na revista dos Avengers referida atrás! Históricamente, bem bom !


Hardcover
Criado por: Michael Straczynski e Gary Frank
Editado Vol. 1 em 2005 e Vol. 2 em 2007 por Max Imprint (Selo da Marvel)
Comprado em Amazon
Nota : 9 em 10
Deixa o teu comentário

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2008

Green Lantern, de Geoff Johns


Hal Jordan foi o maior Lanterna Verde de sempre!
E agora com Geoff Johons e Ethan Van Sciver, voltou a ser! Johns conseguiu pegar num personagem que tinha ficado louco, e transformado num vilão (Parallax), reabilita-lo de forma verosimil sem destruir toda a mitologia passada dos Lanterna Verde!
Fazendo um pouco de retrospectiva, Hal Jordan perde o control e sanidade de sua mente, quando foi incapaz de salvar da destruição Coast City, a sua cidade. Tentou com o poder do anel reconstruir e/ou salvar tudo o que tinha sido destruído ou perdido, mas tal não foi permitido pelos Guardiões do Universo (Mestres do Planeta OA - a origem do poder dos Lanterna Verde),pois iria contra as regras do Green Lantern Corps. Hal Jordan fica louco, destruindo tudo pelo caminho na sua ânsia de chegar a OA, deixa às portas da morte todos o Green Lanterns que lhe saiam ao caminho, chegando ao planeta OA, centro do Universo, destroi tudo incluindo a grande Bateria, de onde vinham os aneis do poder e os próprios Guardiões não escaparam à sua fúria! Tinha-se tornado no Vilão denominado de Parallax! Mas numa altura em que a Terra precisa da sua ajuda, o Sol tinha-se apagado, Hal Jordan sacrifica-se para reacender o Sol. Aqui Spectre, o espírito de vingança Divino acolhe a sua alma para redenção!
Aqui começa o primeiro volume : Rebirth
O corpo de Spectre estava possuído por Hal Jordan, Parallax, e pelo próprio Spectre... com o desenvolvimento da estória vem-se a saber o porquê da fraqueza dos Green Lantern na presença da cor amarela e a verdadeira essência da "Impureza Amarela" (que estava aprisionada dentro da bateria em OA) que provocava tal fraqueza: Parallax! Quando Hal Jordan destroi a bateria liberta de vez Parallax, que representa o Medo !
Hal consegue convencer os Green Lantern residentes na Terra, e quase únicos no Universo, da estória de ele ter sido controlado por Parallax, primeiro insidiosamente através do seu anel e depois totalmente quando destruiu a bateria e libertou Parallax, o Monstro do Medo, e com a ajuda destes Lanternas e de alguns elementos da Liga da Justiça, consegue voltar a aprisionar Parallax... entretanto Sinestro, aliado de Parallax, é derrotado tambem por outro grande Lanterna: Kyle Rayner, com ajuda de Hal... é certo!
O segundo volume tem o nome de No Fear e Hal Jordan, depois de ressuscitado e redimido tenta começar a sua vida "normal"... Torna-se novamente protector do sector 2814 e consegue para além disso alistar-se novamente na Força Aérea Americana como piloto. Aqui Hal enfrenta novas ameaças e antigos inimigos . Combate os mortíferos andróides Manhunters e enfrenta um completamente louco Black Hand! O grande Green Lantern está de volta mas irá ser severamente testado !
No terceiro volume : Revenge of the Green Lanterns , após ganhar a confiança do Corpo dos Lanternas Verdes novamente, Hal Jordan cruza os confins mais negros e proibidos do espaço em direcção ao Planeta artificial dos andróides Manhunters! Leva consigo o irreverente Lanterna Guy Gardner, sempre pronto a cometer uma pequena irregularidade!
Aqui descobre que os Lanternas que pensava ter morto, aquando a sua loucura como Parallax, estão vivos e prisioneiros dos Manhunters, mas a maior surpresa para Hal é verificar que o líder destes andróides é Hank Henshaw, o responsável pela destruição da sua cidade Coast City e dos seus 7 milhões de habitantes... mas as surpresas não tinham acabado, Arísia , o seu amor alienígena encontrava-se lá, também prisioneira!
Após luta feroz todos são libertados, cruzando o espaço até ao planeta OA .
Do quarto volume : Wanted, que eu já li, não irei dizer nada, pois tudo o que eu disser vai ser spoiler e eu não quero estragar a leitura deste livro! Apenas digo que é excelente como os outros, e que existe uma trama com origem alienígena para eliminar Hal Jordan!

No fim tenho de dizer que Geoff Johns, na minha opinião, é o maior escritor de comics da actualidade! Muito bom !

Hardcover
Criado por: Geoff Johns, Ethan Van Sciver, Ivan Reis, Prentis Rollins e Carlos Pacheco
Editado entre 2004 e 2007 por DC Comics
Comprado em Central Comics
Nota : 12 em 10
Deixa o teu comentário

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

Ilustração


Ilustração de Marini, baseada em Camila da série Rapaces. Série de quatro volumes, dois editados pela extinta Meribérica e os últimos dois pela ASA... Provavelmente irei fazer um post sobre esta série, que foi editada completa e em Português !
Deixa o teu comentário