domingo, 29 de junho de 2008

Spider-Man: Kraven`s Last Hunt


Esta é mais uma edição "Marvel Premiere Classic", com que esta editora presenteou os seus leitores. Nestes títulos especiais a Marvel edita estórias que foram ou/e são importantes para os personagens ou para o próprio universo Marvel, já apresentei dois títulos desta colecção:
- Avengers : Defenders War
- X-Men : God Loves, Man Kills
Existe um outro livro do Aranhiço nesta colecção: Spider-Man: Death of the Stacys . Este é também um livro para fazer parte da prateleira de qualquer fan do Homem-Aranha, visto contar um dos episódios mais tristes de todo o universo Spider-Man.
Passando para o nosso livro então... esta é uma estória contada a duas vozes, o livro pode-se tornar complicado para quem não dominar bem o inglês. Consegue-se fazer uma experiência engraçada, que é ler o livro só do ponto de vista de Kraven ou só do Spider-Man!
Kraven enlouqueceu de vez, tem o Spidey atravessado na garganta visto já ter sido humilhado inúmeras vezes por este. Kraven apesar de super-vilão é um homem de honra e orgulho, e desta vez vai fazer tudo para provar que é melhor que o Aranhiço! Primeiro "mata-o", "enterra-o", depois "veste-lhe a pele" e começa a circular pela cidade com o traje do Homem-Aranha... acabando por vencer um inimigo do Aranha, Vermin, sózinho o que este nunca tinha feito... Vermin fora apenas vencido pelo Aranha acompanhado pelo Cap. América! Kraven está completamente louco e fora de si, mas é claro que no meio da sua loucura ele não matou o Spidey, apenas o pôs em "morte aparente" durante duas semanas. Se ele queria provar que era o melhor não o poderia matar...
O final é brutal e eu não o vou contar :-)
Boa leitura!

Hardcover
Criado por: J. M. DeMatteis e Mike Zeck
Editado em 2007 por Marvel
Comprado na Book Depository
Nota : 10 em 10
Deixa o teu comentário

quinta-feira, 26 de junho de 2008

Senda (Sillage)



Série que vai no seu 5º volume por cá, e na nossa língua, apesar de já ir já no 10º álbum em França. Esta boa série está a ser editada pela Vitamina BD, que talvez edite o 6º volume lá para o fim do ano... E isto seria uma boa noticia, pelo menos para mim, pois é uma das séries que eu sigo com interesse e já reli algumas vezes!

Esta série de Jean David Morvan (narrativa) e Philippe Buchet (desenho) conta a estória de Navee, uma jovem humana que é "adoptada" no 1º volume pela caravana inergaláctica denominada Senda. Esta jovem foi a única sobrevivente de uma nave que se despenhou num planeta desabitado de vida inteligente. Foi criado como selvagem e tem como companhia um gigantesco felino, que lhe é leal até às últimas consequências, e isso será fatal para ele...

Essa gigantesca caravana espacial alberga milhares de naves doutras tantas raças, excepto a humana, e procura no espaço profundo novos planetas que sejam propícios à vida de alguma das raças. Infelizmente para algumas delas, a primeira regra é: não se pode colonizar ou terraformar um planeta onde exista vida inteligente!

Navee não consegue evitar a transformação do seu planeta para uma outra raça, mas é adoptada pela caravana! Aqui começa a nova vida de Navee, que devido à sua capacidade de adaptação, força, instinto e sagacidade, é integrada numa espécie de força de intervenção da caravana Senda.

Esta série pode ser lida de duas maneiras, ou por único e exclusivo entretenimento, ou então analizar as componentes sociais tão próprias dos nossos dias no nosso planeta... Em todos os volumes, que eu li, isso está sempre presente passando problemas graves do nosso dia a dia para as vinhetas da série, embora apresentados sempre como se fossem problemas próprios da caravana, ou seja... temos traições, assembleias corruptas, escravidão encapotada, luta pela sobrevivência, seres que carregam explosivos e se fazem rebentar em locais públicos, amor, lealdade ou falta dela, enfim... tudo isto apresentado com uma arte super agradavel! Gostei muito, e estão editados:

- O Fogo e as Cinzas
- Colecção Privada
- Engrenagens
- A Marca do Demónio
- 'J.VJ,..'\_


Aconselho vivamente esta série, visto que para além de ser de qualidade está editado em Português pela metade, e espero que Vitamina BD nos faça o brinde deste ano editar o 6º volume!
Boas leituras!

Hardcover
Criado por: Jean David Morvan e Philippe Buchet
Editado entre 2001 e 2006 por Vitamina BD (original por Delcourt)
Nota : 9 em 10
Deixa o teu comentário

terça-feira, 24 de junho de 2008

Absolute Sandman Vol. 2


E agora o volume dois desta série de quatro "Absolutes"!
Depois de ter lido Absolute Sandman Vol.1 fiquei ansiosamente à espera que alguém me oferecesse o segundo, o que acabou por acontecer! Viva eu, que sou um sortudo...
O livro começa com um excelente "Season of the Mists", que colecta as revistas nº21 até à nº28. É a estória principal deste Absolute, pelo menos para mim, pois é a maior e também a que mais gostei! Pela primeira vez desde o inicio da série todos os "Endless" se reúnem (excepto o Endless Destruction, que se encontra desaparecido até esta data). Os irmãos Endless são:
- Destiny: O mais antigo, imagem cinzenta ou castanha num homem cego. O símbolo é um livro
- Death: A sua aparência é casual ou então gótica e atractiva, o símbolo é o Ankh.
- Dream: Morpheus têm uma aparência alta, vestindo quase sempre negro, sendo os seus símbolos o capacete, o saco de poeira e a jóia que agora faz parte dele. De qualquer maneira a sua aparência é aquela que o seu interlocutor quiser!
- Destruction: Aparência corpulenta, ruivo sendo o seu símbolo a espada. Como se encontra desaparecido é referido pelos outros como "irmão" ou "pródigo".
- Despair: A irmã gémea de Desire. Mulher com um corpo disforme e os dentes fora do sítio... não é agradável de ver. O seu símbolo é um anel com um gancho.
- Desire: Ser andrógino, pode ser mulher ou homem (ou os dois ao mesmo tempo) dependendo dos seus desígnios. É bonita(o) e cruel! O seu símbolo é um coração.
- Delirium: A mais nova... antigamente era Delight, mas com a inconstância da sua personalidade passou a ser Delirium. Delirium é uma rapariga cuja forma muda contantemente e sendo excêntrica, as suas roupas são completamente fora de conjunto. O seu símbolo é um conjunto abstracto e sem forma de cores.
Destiny quis juntar todos os seus irmãos porque era assim que tinha de acontecer! Apenas juntar todos e deixar a conversa correr. Após uma altercação entre Morpheus e Desire, este abandona a mesa sendo seguido pela sua amiga Death. Infelizmente para ele, esta dá razão a Desire... ele tratou muito mal um amor antigo: Nada!
Esta encontra-se presa no último lugar onde Morpheus desejaria aventurar-se naquele momento, o Inferno, reino de Lucifer a quem ele rebaixou em Absolute Sandman Vol.1 ...
Digamos que após algumas peripécias, a vingança de Lúcifer foi abandonar o Inferno, deixando a chave desta terra desolada a Morpheus... para saber o fim terão de ler a estória!
A seguir temos "Distant Mirrors", seguido de "Game of You". Esta última, uma estória interessante cujos protagonistas são, para além de Morpheus, um transsexual, um casal de lésbicas e Barbie (que já tinha entrado em "Dolls House" no Vol. 1). O inimigo é Cuckoo e para além deste aparece uma feiticeira, Thessaly, que segundo parece vai ser importante no destino de Morpheus.
A seguir temos "Convergence" e finalmente a excelente, mas curta "The Flowers of Romance, a Story of Desire". Esta é uma estória que nunca mais será imprimida, ou seja um bónus!
Depois disto tudo... só me resta desejar boa leitura!

Slipcased Hardcover
Criado por: Neil Gaiman, Dave McKean, Sam Kieth, Mike Dringenberg, Chris Bachalo, Michael Zulli, Kelley Jones, Charles Vess, Colleen Doran, Malcolm Jones III, Steve Parkhouse, Daniel Vozzo, Zylonol e Steve Oliff
Editado em 2007 por Vertigo (DC Comics)
Comprado em Amazon
Nota : 11 em 10
Deixa o teu comentário

quinta-feira, 19 de junho de 2008

Forgotten Realms: The Legend of Drizzt Omnibus (The Dark Elf Trilogy)


De vez em quando sou surpreendido por obras como esta... foi-me recomendada por um colega, e quando comecei a ler foi até ao fim! Não consegui parar de tão interessante estava a leitura. Há muito tempo que vinha a namorar os três TPB que dão origem a este omnibus e quando este saiu, junto com a opinião muito favorável do colega... não resisti!
Esta novela começou com o autor Douglas Niles em 1987, mas o grande sucesso pertenceu ao seu sucessor: R. A. Salvatore. Este autor de high-fantasy escreveu The Dak Elf Trilogy, composta por Homeland (1990), Exile (1990) e Sojourn (1991)que são os volumes que compõem esta adaptação para Banda Desenhada. São muitos os livros editados, embora apenas seis tenham sido adaptados até agora para a 9ª Arte.
Eu adorei a estória, é viciante, e a arte é a condizer! Na primeira parte, "Homeland", o leitor é situado, espacialmente, em Menzoberranzan, bem fundo na terra! Aqui são mostrados, em conjunto com o crescimento e educação de Drizzt, os costumes, a sociedade e as crenças dos Elfos Negros. Drizzt Do'Urden, personagem principal e estranha dentro da sua espécie por ter olhos púrpura, é um Elfo diferente e vai pagar por isso na sociedade profundamente matriarcal de Menzoberranzan.
Na segunda parte, "Exile", como o nome indica Drizzt acaba por fugir de sua mãe, Matron Malice, e de suas irmãs. Começa a sua saga dentro do mundo interior, "The Underdark", fugindo de seu pai tornado "zombie" por sua mãe... Drizzt acaba por conseguir sair para o mundo exterior, mais a sua criatura mágica: Guenhwyvar, a pantera.
Na terceira e última parte deste livro, "Sojourn", são contadas as primeiras aventuras (ou desventuras) de Drizzt no mundo exterior!
No fim do livro são publicadas as excelentes capas de toda a série de comics que faz parte da compilação, e este é mais um excelente livro fora do "mainstream" americano, mostrando categoricamente que há muito mais do que Marvel ou DC nos EUA!
E agora... boas leituras!

Hardcover
Criado por: R. A. Salvarore, Andrew Dabb e Tim Selley
Editado em 2007 por Devil´s Due Publishing

Nota : 8 em 10
Deixa o teu comentário

terça-feira, 17 de junho de 2008

Fagin o Judeu


Quem não conhece Will Eisner? Muita gente, claro... mas no mundo da Arte Sequêncial, mais conhecida entre nós por Banda Desenhada, o reconhecimento dado a este homem foi grande! Um dos maiores prémios de Banda Desenhada tem o seu nome: The Eisner Awards! É como se fossem uma espécie de Oscar para a BD. É autor de "The Spirit", uma das grandes séries de culto do mundo da Banda Desenhada, para além de autor de alguns dos livros técnicos fundamentais
: "Comics and Sequential Art" e "Graphic Storytelling".
Neste livro, Eisner aborda a questão dos estereotipos estabelecidos, como o do "judeu", e tenta dar a volta a esta questão pegando numa personagem de Oliver Twist: Fagin o Judeu. A estória deste personagem, Oliver Twist, é contado segundo o ponto de vista de Fagin, e o livro começa com a seguinte frase:
- Eu sou Fagin, o judeu de Oliver Twist e esta é história da minha vida, que Charles Dickens ignorou no seu célebre livro.
É uma leitura recomendada de uma obra a "escuro e branco", de um livro escrito e desenhado com muita sensibilidade e algum ressentimento contra o estereotipo negativo do Judeu, que é apresentado na obra de Charles Dickens. Depois do protesto dos judeus em relação à personagem, Dickens tentou em edições posteriores "reescrever" a personagem do Judeu, mas não obteve grande sucesso visto que a grande maioria dos livros em circulação era das primeiras edições!
Volto a referir, leitura recomendada e em português!

Softcover (TPB)
Criado por: Will Eisner
Editado em 2003 por Gradiva
Comprado no Continente
Nota: 9 em 10
Deixa o teu comentário

domingo, 15 de junho de 2008

Batman: The Resurrection of Ra`s Al Ghul


Batman já merecia um post! Um dos meus herois preferidos e só ontem reparei nunca ter feito uma review... então escolhi este livro porque tem a família completa!
Ra`s Al Ghul continua a querer enganar a morte, e para isso passa de corpo em corpo até arranjar o hospedeiro perfeito.
Damien, filho de Talia Al Ghul e Bruce Wayne (Batman) está a ser educado pela sua mãe na história passada do seu avô Ra`s Al Ghul, desde a origem do seu poder até ao aparecimento do seu maior inimigo de todos os tempos: Batman. Damien acha aquilo uma grande seca... a estória, começa quando Damien descobre (e Talia também não sabia exactamente o que se estava a passar, na realidade) que apenas está a ser preparado para ser o hospedeiro de seu avô! Para a essência ou alma do seu seu avô não ficar baralhada na transferência, o corpo físico do hospedeiro já deveria conter todas as recordações da anterior vida de Ra`s Al Ghul.
Damien foge para a Batcave esperando encontrar o seu pai, mas em vez disso encontra Robin onde se peguem numa "pequena escaramuça", que no seu final é aumentada com mais alguns convidados... Nightwing (a pedido de Batman), as Insect Girls (a pedido de Talia) e a Ninja League (a pedido dos seguidores de Ra`s Al Ghul).
A partir daqui a acção vira-se para Oriente onde temos uma narrativa com cadência e muita velocidade, com alianças inesperadas e inimigos declarados! Batman defende o seu filho com unhas e dentes (e também muito sangue...!), e Talia, Nightwing e Robin fazem um trio terrivel! Temos grandes perseguições e batalhas bem sangrentas, com muito Ninja e feitiçaria oriental.
Para saber mais, é favor ler o livro. É um livro de perfeito entretenimento, como disse antes, a narrativa tinha uma boa "velocidade" e a arte está a um bom nivel. Aquela cimitarra fica a matar ao Batman, eheheh.
Boas leituras.


Hardcover
Criado por: Grant Morrison, Peter Milligan, Fabian Nicieza, Paul Dini, Tony Daniel, Freddie E. Williams II, Don Kramer e Ryan Benjamin
Editado em 2008 por DC Comics
Comprado no Amazon
Nota : 8,5 em 10
Deixa o teu comentário

sexta-feira, 13 de junho de 2008

Zero Hour: Crisis in Time


Por norma, também porque não é vulgar eu comprar um livro "às escuras", não costumo apresentar aqui livros de que eu não gostei. Já tinha tido uns feedbacks um bocado dúbios em relação a este livro, mas como o vilão principal seria o Parallax (Hal Jordan possuído) e eu quero ter toda a "run" do Hal Jordan... só me faltam dois livros "Emerald Dawn II" e "Final Night"...!
Bom, em relação a Zero Hour, que vem a seguir ao Crisis on Infinite Earths : Absolute Edition , é um grande crossover no universo DC, em que a crise é provocada desta vez no Tempo e não em universos paralelos (embora algumas vezes surjam herois de outras Terras alternativas...), ou seja, foi muito confuso, o livro não me agarrou e para o final eu já só estava a ver o "bonecos". Um outro dia irei reler esta "Crisis in Time" da DC, para ver se foi só eu não estar pré-disposto à leitura nesse dia ou se o livro é mesmo muito confuso!
Quanto à arte não tenho nada a apontar, Dan Jurgens aqui como desenhador foi muito superior ao Dan Jurgens escritor!
Pronto... vou remoer este livro, a ver se dá mais alguma coisa, posso ser que eu não tenha entrado bem no fio da estória...!
Boas leituras!


Softcover (TPB)
Criado por: Dan Jurgens
Editado em Setembro de 1994 por DC Comics
Comprado na Comics Now
Nota: 5 em 10
Deixa o teu comentário

quarta-feira, 11 de junho de 2008

Vampirella: Vive


Este livro foi editado pelas edições Devir portuguesa, para a partir daqui fazer ponto de partida para a série, visto que é partir daqui que Vampirella deixa o Inferno, com Helsing à frente de Drakulo, e emerge num cemitério de uma vila muito especial... Também neste livro são contados alguns segredos da verdadeira origem e missão de Vampirella na Terra! Infelizmente o livro, ou não teve visibilidade, ou aderência por parte do público leitor, ou simplesmente a Devir se tenha desinteressado do título. Assim este foi o único representante (infelizmente...) da era Harris Publications a ser editado em Português!
A Devir aposta no regresso desta personagem, logo com uma estória de um "peso pesado" da indústria dos comics norte-americanos: Warren Ellis! A arte ficou a cargo de Amanda Connor e Jimmy Palmiotti, ou sejam, desenhadores´com créditos firmados neste título. Infelizmente a estória à partida já estava "espartilhada", por ter de obdecer a determinadas regras ou estrutura, pois é um renascer e um contar de origens... talvez por isso Warren Ellis não tenha "explodido" para uma grande estória, como é seu hábito. Em contrapartida, a arte e as cores estão fenomenais!
Agora a estória propriamente dita...
Vampirella é revivida por sua mãe, Lilith, em que esta lhe dá uma missão de redênção ou seja, espiar os pecados da mãe matando todas as figuras demoniacas na Terra: seus filhos! Sam Feveryear, um "sensitivo" e detective de fenómenos paranormais, sente a ressurreição de Vampirella no cemitério de Whitechapel, esta surge mesmo em frente a um santuário em honra de Lilith. Depois das apresentações, Vampirella decide investigar este santuário e em conjunto com o investigador chegam à conclusão que Whitechapel é um curral de humanos para serem todos sangrados até à morte, para com o seu sangue fazerem reviver o irmão mais velho de Lilith. Sem fazer mais spoiler... Vampirella inicia a vingança contra Nyx e o seu amante telecinético Hemorragia.

Softcover (TPB)
Criado por: Warren Ellis, Amanda Connor, Jimmy Palmiotti, Adam Hughes e Joe Quesada
Editado em Outubro de 2001 por Edições Devir (original por Harris Publications)
Comprado na Devir
Nota: 7 em 10
Deixa o teu comentário

domingo, 8 de junho de 2008

Grimm Fairy Tales


Eu tenho-me esforçado por apresentar Banda Desenhada não óbvia neste blog para poder criar gosto desta arte em quem "caia" aqui! Por isso tento ser o mais abrangente possivel, dentro dos livros que eu possuo (só faço review se o livro estiver na minha estante), claro... por isso vamos falar de mais uma série de uma editora "alternativa", a Zenescope Entertainement, e a série: Grimm Fairy Tales!
Vou fazer uma muito pequena introdução a estes "contos de fadas" dos irmãos Grimm. Os contos de fadas foram contados oralmente de geração em geração e os irmão Grimm assim como Perrault e e Anderson, limitaram-se a escrever e modificar a seu gosto o folclore popular de determinadas zonas Europeias. Os irmãos Grimm, é claro que se debruçaram mais sobre os contos da zona alemã e Europa cental. Toda a gente conhece o Capuchinho Vermelho, Cinderela, Rapunzel, etc... ora estes contos de fadas na sua origem eram muito mais terroríficos do que aquilo que foi adaptado das adaptações dos Grimm! Aquilo eram verdadeiros contos de terror! A Zenescope decidiu , e bem, fazer a adaptação dos originais, mas transformando-os para os dias de hoje. Para isso criaram a personagem Sela, a portadora do "livo" dos contos. Esta deixa o livro sempre com alguém que precise da ajuda de um determinado conto (por vezes o resultado é o inverso do pretendido), e assim ao longo dos séculos Sela viaja, ajudando sempre que pode, com o seu livro mágico que transporta quem o lê para o conto. Estão editados dois TPB e o terceiro vai sair brevemente. Assim o Vol. 1 contém as primeiras seis revistas e o segundo da revista nº 7 ao nº 12. No fim deste é criada a némesis de Sela, Belinda! Penso que a partir daqui isto vai ser muito melhor, porque passa a ser uma abordagem muito diferente de alguma que já exista... Sela vs Belinda, com o livro mágico dos Grimm Fairy Tales pelo meio!
Estes são os "contos de fadas" já editados:
- Little Red Riding Hood (Capuchinho Vermelho)
- Cinderella
- Hansel and Gretel
- Rumpelstiltskin
- Sleeping Beauty (A Bela Adormecida)
- The Robber Bridegroom
- Snow White (Branca de Neve)
- Jack and the Beanstalk (João e o Pé de Feijão)
- Goldilocks and the Three Bears (Os três Ursos)
- The Frog King (O Príncipe Sapo)
- Bluebeard (Barba Azul)
- The Pied Piper of Hamelin (O Flautista de Hamelin)

A arte está de acordo com o que se pretende, ou seja boa para adolescentes mais graúdos e adultos, e da adaptação escrita não tenho muito a dizer. De notar que existem alguns spin-off de que obtive feedback bastante positivo! Cada TPB vem com algumas capas de comics contidos na compilação e outras alternativas, estas normalmente mais sexy que aquelas que sairam.

Softcover (TPB)
Criado por: Ralph Tedesco, Joe Tyler, Julio Cesar, Tommy Castillo, etc ...(são muitos...)
Editado em 2006 e 2007 por Zenescope Entertainement
Comprado na Amazon
Nota média da série : 8 em 10
Deixa o teu comentário

quinta-feira, 5 de junho de 2008

Vampirella: Blood Lust (Limited Edition)


Este é um grande álbum da personagem Vampirella. Talvez não o melhor, mas da Era Harris Comics é dos mais importantes.
No livro anterior, Vampirella : Death & Destruction ,Vampirella é morta pela Mistress Nyx, servidora de Chaos, e "acorda"
no Inferno e na presença do seu amante, Van Helsing, também perecido em Vampirella : Death & Destruction . Aparte aquele momento inicial, Van Helsing aparece com um novo e infernal "look", ao qual não estavamos habituados. Van Helsing tem a sua própria agenda no Inferno, sobretudo na parte que diz respeito a Drakulon (origem de Vampirella)... o rio de sangue, o Stix, está seco e uma zona "próspera" do Inferno está completamente seca e deserta. Vampirella vem a saber que tudo isto é provocado pela sua mãe, Lilith, que na sua ânsia de sobrevivência faz parar o rio para continuar ela própria a viver. Vampirella não gosta e une-se a Van Helsing para fazer correr o Stix novamente, mesmo sabendo que isso iria matar a sua mãe. Vampirella explica a Van Helsing que Lilith tinha semeado falsas recordações na sua mente acerca da sua origem, que anteriormente Vampirella pensava ser de origem Extra-Terrestre, do planeta Drakulon, mas isto não passava de uma estratégia de sua mãe para esconder alguns designios bem negros, que irão ter a sua importância noutro livro.
Vampirella neste livro é desenhada por Joe Jusko, um dos seus melhores artistas, que consegue alguns pormenores espectaculares neste livro, sendo o guião escrito por James Robinson que também não está nada mal neste livro, fazendo abrir o pano para alguns dos mistérios desta personagem, culmina em Vampirella : Revelations Book 1. Bom, mas isso é mais para a frente... lá chegaremos!
De notar que nesta edição vem um sketch autografado e numerado de Joe Jusko, já apresentado neste blog e em Ilustração .
Van Helsing conta a Vampirella o porquê da sua ida ao Inferno, faz correr novamente o Stix e torna-se "dono" e senhor de Drakulon. Não faço mais spoiler...

Hardcover
Criado por: James Robinson e Joe Jusko
Editado em 1998 por Harris Publications
Comprado no EBay
Nota : 9 em 10
Deixa o teu comentário

Blueberry


E o jornal Público surpreende-me!
Em colaboração com a ASA vão ser editados 18 álbuns seguidos da mítica série Blueberry, começando por um inédito: Apaches ! Será uma série semanal com saída de um novo número a cada quarta-feira, a partir do dia 4 de Junho.
Ficam por publicar os quatro primeiros e alguns dos últimos.
Desta série de Jean-Michel Charlier e Jean Giraud (Moebius), apenas li algumas estórias publicadas na revista Tintim e derivado ao facto de bastantes livros desta série estarem preços proibitivos e quase nunca se encontrarem à venda, conheço pouco... e aquelas que eu li foi há tanto tempo que pouco me lembro! Apenas me lembro que gostava...
Nesta série vão sair:
- Apaches
- O Cavalo de Ferro
- O Homem do Punho de Aço
- A Pista dos Sioux
- O General "Cabeça Amarela"
- A Mina do Alemão Perdido
- O Espectro das Balas de Ouro
- Chihuahua Pearl
- O Homem que Valia $500.000
- Balada para um Caixão
- O Fora da Lei
- Angel Face
- Nariz Partido
- A Longa Marcha
- A Tribo Fantasma
- A Última Cartada
- O Fim da Pista
- Arizona Love
Parabéns ao jornal Público e à editora ASA por esta boa edição, já agora é de notar a boa qualidade da impressão e papel em relação ao preço pedido: 5,90 € .
Boas leituras
Deixa o teu comentário

terça-feira, 3 de junho de 2008

Vampirella : Death & Destruction


Já que alguem falou aqui em Vampirella, vou fazer algumas reviews de alguns dos arcos de estória que eu mais gosto ou que eu considere dos melhores!
Começarei com este Death & Destruction, que é introdutório ao excelente Blood Lust, seguido de Vampirella Vive (editado em Português pela Devir) e acabando em Revelations Book 1.
Para já uma pequena introdução à personagem. Vampirella fez a sua primeira aparição em 1969 editada pela Warren Publishing's, sendo editada entre nós pela Portugal Press com o primeiro número a sair em Dezembro de 1976. Foram editados 17 números sendo o último editado em 1977, de notar a quem um dia compre estas revistas nalgum alfarrabista, que a cronologia está errada... deverá começar a ler pelo número 4. Os três primeiros números serão os últimos. A edição americana durou até ao número 112 (1983). Nesta altura era desenhada por nomes como Frank Frazetta e Jose Gonzalez. A partir de 1991 o personagem passa a ter várias aventuras, algumas das quais que viram completamento do avesso o universo de Vampirella (uma espécie de títulos "Ultimate" da Marvel). Essas aventuras são editadas pela Harris Publications e tem como artistas Amanda Conner, Jimmy Palmiotti, Jae Lee, Joe Quesada, Mark Millar, Grant Morrison, Warren Ellis, Mark Texeira, Alan Moore, Gary Frank, Arthur Suydam... acho que não preciso de por mais...
Agora o nosso livro!
Vampirella é "dona" e defensora do reino da Terra, o que não agrada às criaturas do sub-mundo, e não só! Alguns poderosos que servem o Chaos querem mandar Vampirella para o outro mundo. Assim surgem Mistress Nyx e o seu amante Hemorrhage, que como objectivo principal tem a oferta deste mundo para o seu senhor Chaos! Assim aliam-se a todo o tipo de criaturas "negras" e tentam eliminar toda e qualquer criatura ou organização que se lhes oponha, tendo Vampirella por principal inimiga assasinam o seu namorado (Van Helsing) e também a criatura Passion mais sua amante Kathleen... Hemorrhage tentou eliminar estas duas amigas de Vampirella, mas em vez disso e sem o saber criou um personagem mais poderoso: a fusão destas duas amantes!
Vou "spoilar"... depois de grande batalha com Nyx e Hemorrhage, Vampirella é atraiçoada pelo demónio Olivier, que devia manter-se neutro, e morta por Nyx...

Nota: Não me venham com a conversa que isto são estórias que só valem por a personagem principal ter pouca roupa, porque a única diferença entre esta heroína da 9ª Arte e as da Marvel e DC (que são apresentadas como meninas sérias) é a pintura corporal, que é a técnica usada pelo mainstream para vender as super heroínas... parecem vestidas, mas não estão... apenas têm o corpo pintado! A Vampirella é mais honesta, pouca pintura corporal tem :D

Softcover (TPB)
Criado por: Joe Quesada, Jimmy Palmiotti, Billy Tucci, Joe Jusko e Amanda Conner
Editado em Dezembro de 1996 por Harris Publications
Comprado na Vampirella Store
Nota média da série : 7,5 em 10
Deixa o teu comentário