segunda-feira, 30 de abril de 2012

Cosplay: Leonor Grácias


Visto que o Anicomics está quase aí, hoje inauguro mais uma rubrica no Leituras de BD: Cosplay!
Cosplay é a abreviatura de "Costume Play", em que alguém faz a representação visual de uma personagem normalmente de Anime, Manga ou Comics. Grande parte dos Cosplayers são os autores dos seus próprios fatos e enfeites!
Contrariamente ao que se pensa, o Cosplay não surgiu no Japão em primeiro lugar mas sim nos EUA durante os anos 30 com o célebre "Futurecostume". Só no final dos anos 70 o Cosplay chegou ao Japão, mas o sucesso foi fortíssimo! Os japoneses aderiram em força ao fenómeno! Em Portugal o fenómeno surgiu no final dos anos 90.
É bem bonito de ver um Cosplay como deve ser, e Leonor Gracias insere-se neste lote.
Com um extremo bom gosto, maquilhagem a preceito e uma cara bonita, esta Cosplayer já ganhou o seu espaço em Portugal e no estrangeiro, indo participar como finalista no ECG Japan Expo 2012.
Leonor Grácias foi capa de livro e de CD, e agora vai ser júri no concurso de Cosplay do Anicomics 2012, concurso este que fechou as inscrições com 34 presenças, ou seja, uma boa afluência de Cosplayers.
Esta Cosplayer entrou neste mundo em 2004, e define as características para um bom intérprete nesta arte: imaginação, criatividade e paciência.
Podem ler uma entrevista a Leonor Gracias no Yeobo's Daily News!
Fiquem com algumas fotos desta excelente Cosplayer portuguesa que vai estar presente no Anicomics 2012







Leonor Grácias vai estar presente no Anicomics, assim como muitos mais Cosplayers! Uma vertente deste festival a não perder.
Outras entradas do Anicomics neste blogue:
Anicomics Lisboa 2012
Anicomics Lisboa 2012: Cartaz/Poster e Autores
Anicomics 2012: Workshops
Anicomics 2012: Regras para a atribuição de vouchers para as Sessões de Autógrafos

Entradas de autores presentes no Anicomics:
Autores: Tony Sandoval
Autores: Marco Checchetto

O Leituras de BD apoia o Anicomics!

Boas leituras e comprem um livro no festival!
Deixa o teu comentário

domingo, 29 de abril de 2012

Autores: Marco Checchetto


Marco Checchetto, autor italiano, iniciou a sua carreira em 2002 a trabalhar para a Playstation Magazine fazendo capas para esta revista. Em 2006 ganha o seu primeiro prémio, “If Cartoomics Coccobill”, na categoria “New Best Italian Artist”, pelo seu trabalho na série Teenage Mutant Ninja Turtles (Mirage Studios).
2007 foi o ano em que entrou no mundo dos comics com trabalho em Spider-Man, numa parceria italiana entre a Panini, a Marvel, a Periodici S. Paolo e a V.O.C. Studio. Este trabalho foi distribuído também para fora de Itália!
Rapidamente foi chamado pela Marvel para trabalhar noutros títulos, como Deadpool, Weapon Omega e X-Men Legacy.
Mais tarde foi responsável pelo desenho em Squadron Supreme (2ª série) encontrando-se neste momento a trabalhar em Amazing Spider-Man e Daredevil, depois de ter passado pelo Punisher.
Ficam com uma bibliografia bastante completa deste autor e algumas imagens para apreciar a sua arte:

  • Amazing Spider-Man Presents: Anti-Venom - New Ways To Live (2009)
  • The Amazing Spider-Man (1963)
  • Astonishing X-Men/Amazing Spider-Man: The Gauntlet Sketchbook (2009)
  • Avenging Spider-Man (2012)
  • Daken: Dark Wolverine (2010)
  • Daken/X-23: Collision (2011)
  • Daredevil (1964)
  • Daredevil (2011)
  • Marvel Comics Presents (2007)
  • Official Handbook of the Marvel Universe A To Z Update (2010)
  • The Punisher (2011)
  • Shadowland: After the Fall (2011)
  • Siege: Storming Asgard - Heroes & Villains (2010)
  • Spider-Man: Grim Hunt (2010)
  • Squadron Supreme (2008)
  • Weapon Omega (2008)
  • X-23 (II) (2010)
  • X-Men Legacy (2008)
  • X-Men Sonderband: X-23 (2011)

























A imagem de topo pertence ao seu trabalho L'Insonne!
Marco Checchetto vai estar presente no Anicomics 2012 nos dias 5 e 6 de Maio para debates, autógrafos e exposição de originais. Os livros que estão disponíveis para compra deste autor no Anicomics são:
  • Daredevil: Shadowland, de Andy Diggle, Antony Johnston, Roberto de LaTorre e Marco Checchetto (16,50EUR)
  • Punisher Vol.1, de Greg Rucka e Marco Checchetto (19,99EUR)

Outras entradas sobre o Anicomics 2012:
Anicomics Lisboa 2012
Anicomics Lisboa 2012: Cartaz/Poster e Autores
Anicomics 2012: Workshops
Anicomics 2012: Regras para a atribuição de vouchers para as Sessões de Autógrafos

Entradas sobre outros autores presentes no Anicomics:
Autores: Tony Sandoval
 

O Leituras de BD apoia o Anicomics!


Boas leituras
Deixa o teu comentário

sábado, 28 de abril de 2012

Figuras de Chumbo DC Comics

Leituras de BD

Já são 67 figuras de chumbo representando muitos heróis e vilões da DC!
Ficam algumas fotos, em que privilegiei a JLA, Superman e alguns Lanternas. Claro que as minhas três figuras especiais também tiveram direito a foto...

JLA
Justice League original: Green Lantern, Aquaman, Wonder Woman, Superman, Batman, Martian Manhunter e Flash


JLA
Outros elementos que pertenceram à JLA: Huntress, Firestorm, Hawkman, Captain Marvel, Booster Gold, Red Tornado, Atom e Green Arrow. podia ter posto mais alguns, mas fica para outra altura...


Gotam City Sirens
Gotam City Sirens: Harley Quinn, Catwoman e Poison Ivy


Um grupo bem azul e vermelho... Superman Prime, Supergirl, Superman e Superman Cyborg


DC Lanterns
Lanterns: Saint Walker, Hal Jordan, Sinestro e Guy Gardner


Special Lead Figures Dc Comics
Figuras especiais: Doomsday, Batman e Anti-Monitor

Boas leituras
Deixa o teu comentário

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Street Art: OakoAk


Nova rubrica no Leituras de BD.
Um nome estranho, um artista cheio de imaginação. Assina como OaKoAk!
Este francês é um verdadeiro artista de rua, aquilo que é monótono, corriqueiro e quase invisível por ser comum no nosso dia-a-dia, passa a ser diversão, cor e muita imaginação.
Acho que não apresento nenhum trabalho nos semáforos, mas são excelentes!
Nada numa cidade escapa a este francês! Bocas-de-incêndio, corrimões, passadeiras, entradas de residências, estradas, muros! Tudo é passível de ser “melhorado” por OaKoAk.
Invenções Urbanas, assim ele apelida o seu trabalho de detalhe na selva citadina… salpicando o cinzento amorfo das cidades com verdadeiras pinceladas de arte. Uma sargeta para o comum transeunte é algo sem interesse nenhum, para este francês é só mais uma oportunidade de criar.
E as criações dele são tão singulares que a nossa face fechada e protegida durante o dia a dia monótono, é rasgada por um sorriso quando passamos pelas ruas que ele transformou. Marselha, Paris, Lyon… são o quadro e a tela de OaKoAk.
O seu método de trabalho é primeiramente fotográfico, onde os pormenores citadinos são registados para depois serem trabalhados na rua. Começou em força por volta de 2007 e desde essa altura nunca mais parou de nos surpreender.
Aconselho vivamente a visitarem o blogue de OaKoAk. O link é:
OaKoAk

E agora atentem bem nos pormenores das oito fotos seguintes…!




















Espero que tenham gostado. Para ver as fotos maiores basta clicar nelas!
Visitem o site de OaKoAk, são muitas dezenas de intervenções "urbanísticas" com a sua assinatura!

Boas leituras
Deixa o teu comentário

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Lançamento Dynamite Entertainment: Merciless, the Rise of Ming


Estamos com as prequelas em alta!
Agora é a vez do universo de Flash Gordon ser alargado para o seu passado. Para isso a Dynamite Entertainment escolheu Scott Beatty para os textos e Ron Adrian no desenho. A capa deste número 1 ficou a cargo de Alex Ross, que neste momento está a trabalhar para esta editora.
Nesta série revisitamos Mongo quando Ming ainda não era Imperador, e iremos acompanhar a sua subida ao trono e de que maneira ganhou o cognome "Merciless". Veremos como também como dominou Mongo com mão de ferro, tudo isto com detalhes diabólicos...
Presumo que a Dynamite Entertainment esteja a exponênciar o sucesso que teve com o livro Flash Gordon: Zeitgest! Nunca ninguém tinha expandido o universo de Mongo para trás, veremos como sai. A IDW quer-se afirmar no mercado, portanto tem de acertar bem nas apostas que faz para o público. Para já isto pareceu-me uma boa ideia! Ficam as imagens:




Este primeiro número sai este mês (Abril), e custa $3,99.

Boas leituras
Deixa o teu comentário

Ilustração: Space Heroes (Al Williamson & Frank Frazetta)


Ambos grandes amigos, ambos extraordinários artistas, ambos faleceram em 2010... Al Williamson e Frank Frazetta!
Juntos fizeram muitos trabalhos, e o que não é habitual é que foram co-autores em várias ilustrações. Estas duas por exemplo! Na ilustração exposta no topo consegue-se ver perfeitamente a assinatura dos dois.
Estas duas ilustrações pertencem ao Space Heroes Portfolio.
Apreciem a arte destes dois mestres já desaparecidos!


Boas leituras
Deixa o teu comentário

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Às Quintas Falamos de BD (Abril) - Encontro Abril na BD


O Centro Nacional de Banda Desenhada e Ilustração (CNBDI) promove mais um encontro para falar de Banda Desenhada na última 5ª Feira do mês. Desta vez o tema é a revolução de Abril de 1974, com as presenças de João Paiva Boléo e João Miguel Lameiras. Contará ainda com a presença do cantor Manuel Freire, quem não se lembra da Pedra Filosofal de António Gedeão cantada por este trovador?
Fica o convite feito pelo CNBDI para dia 26 de Abril:

O Presidente da Câmara Municipal da Amadora tem o prazer de convidar V. Exª, para mais uma edição de Às Quintas Falamos de BD, e para o Encontro Abril na BD, que terá lugar no dia 26 de Abril, pelas 21h00, no Centro Nacional de Banda Desenhada e Imagem.
Esta iniciativa conta com a participação musical de Manuel Freire. O cantor de A Pedra Filosofal, amante confesso de banda desenhada, é um dos convidados para a conversa que João Paiva Boléo e João Miguel Lameiras prepararam para mais um encontro no CNBDI.




Centro Nacional de Banda Desenhada e Imagem
Av. do Brasil, nº 52 – A, 2700-134 Amadora
Tel: (351) 214 369 057
Fax: (351) 214 962 353
amadorabd@cm-amadora.pt
www.amadorabd.com

Infelizmente o CNBDI não dá mais informação sobre o assunto, gostaria de saber dar mais informações sobre como se vai desenrolar o encontro, mas apenas quem estiver presente o saberá!
Já agora, e porque acho o poema lindíssimo, fica aqui para quem o quiser "saborear":

Pedra Filosofal

Eles não sabem que o sonho
é uma constante da vida
tão concreta e definida
como outra coisa qualquer,
como esta pedra cinzenta
em que me sento e descanso,
como este ribeiro manso
em serenos sobressaltos,
como estes pinheiros altos
que em verde e oiro se agitam,
como estas aves que gritam
em bebedeiras de azul.

Eles não sabem que o sonho
é vinho, é espuma, é fermento,
bichinho álacre e sedento,
de focinho pontiagudo,
que fossa através de tudo
num perpétuo movimento.

Eles não sabem que o sonho
é tela, é cor, é pincel,
base, fuste, capitel,
arco em ogiva, vitral,
pináculo de catedral,
contraponto, sinfonia,
máscara grega, magia,
que é retorta de alquimista,
mapa do mundo distante,
rosa-dos-ventos, Infante,
caravela quinhentista,
que é cabo da Boa Esperança,
ouro, canela, marfim,
florete de espadachim,
bastidor, passo de dança,
Colombina e Arlequim,
passarola voadora,
pára-raios, locomotiva,
barco de proa festiva,
alto-forno, geradora,
cisão do átomo, radar,
ultra-som, televisão,
desembarque em foguetão
na superfície lunar.

Eles não sabem, nem sonham,
que o sonho comanda a vida,
que sempre que um homem sonha
o mundo pula e avança
como bola colorida
entre as mãos de uma criança.

Boas leituras
Deixa o teu comentário

terça-feira, 24 de abril de 2012

VIII Festival Internacional de BD de Beja: Cartaz e um pouco de Informação


O 8º festival de Beja apresentou-se hoje com o seu cartaz!
Este festival esteve na iminência de não acontecer este ano devido à crise instaurada e respectivos cortes orçamentais. Mas o seu principal responsável, Paulo Monteiro, não é homem de desistir e moveu este mundo e o outro para que o festival de Beja se realizasse. Conseguiu, embora com um orçamento tão reduzido que se pode chamar orçamento zero...
Assim sendo vamos ter um festival essencialmente com artistas portugueses em que podemos aplicar a frase: "O que é Nacional, é bom"!
Hoje vou referir apenas um nome: Eliseu Gouveia!
Trabalhou muito para o mercado norte americano, que eu saiba desde 2003. Excelente artista que eu vou gostar de descobrir pessoalmente, assina como "Zeu", e tem um livro editado em português que primeiro foi editado nos EUA: Cloudburst : Dilúvio Mortal.
Fica a bibliografia e algumas imagens da arte de Zeu:

Cloudburst (2004)
The Contingent (2008)
Genie (2005)
Infiniteens (2006)
Moonstone's Holiday Super Spectacular (2007)
The Phantom Generations (2009)
The Phantom (2003)
Vengeance of the Mummy (2005)
Charlatan: Preludes (2009)
Medusa 31 - Nec Pluribus Impar (1996)

Como disse atrás, Cloudburst foi editado em português também pela Devir (2005), e Zeu também foi o responsável em Portugal pela BD da Leopoldina das marcas Modelo e Continente. Medusa 31 foi editado pela Pedranocharco.






















 Autor muito fugidio no que toca a festivais, vamos ter oportunidade de o ter ao vivo em Beja!
Boas leituras
Deixa o teu comentário

Primeiras páginas para o público de Before Watchman: Rorschach


Controvérsias à parte, começam a aparecer as primeiras imagens das prequelas de Watchmen.
Após duras trocas de palavras entre a DC Comics e Alan Moore, com processos judiciais à mistura, a DC vai editar estas controversas prequelas, e neste caso temos a publicação dedicada a Rorschach. Os autores são Brian Azzarello (textos) e Lee Bermejo (arte).
É neste último que este post se fixa, pois as fotografias tiradas a estas duas páginas mostram uma arte do melhor!
Apreciem apenas a arte e não pensem em Alan Moore ou na DC Comics... apreciem só a arte de Bermejo!
Awesome!
Rorschach sempre foi a minha personagem preferida de Watchmen!

Watchmen foi criado por Alan Moore e Dave Gibbons em 1986, tendo direito a um filme o ano passado.





















Faltará com certeza a cor, mas para já as únicas imagens são a Preto & Branco.

Boas leituras
Deixa o teu comentário

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Capas: Crisis On Infinite Earths #7


Existem capas WTF, capas bonitas, capas deslumbrantes e capas excelentes, mas existem também aquelas que se tornaram míticas. Crisis on Infinite Earths teve uma destas capas míticas. Pertence à revista nº7 daquele mega-crossover e mostra a dor do Superman, e restante plateia, de uma forma extramamente expressiva! Super-Girl tinha acabado por se sacrificar em combate épico, e Kal-El passou a ser o último filho de Kripton vivo.
Capa memorável de George Pérez o artista de serviço neste crossover e pode-se dizer que Pérez homenageia Byrne com a sua capa da morte da Phoenix!
Claro... houve muitas colagens a esta capa, umas cómicas outras de tributo noutras séries ficcionais ou não. Em baixo ficam duas delas.






















Boas leituras
Deixa o teu comentário