quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Este Mês na Bedeteca de Beja - Março 2013


O ano passado foi em Fevereiro com a Zakarella e Carlos Alberto dos Santos, este ano é Março o mês Horrível na Bedeteca de Beja!
Excelente programação, ora vejam:

ESTE MÊS NA BEDETECA
MARÇO HORRÍVEL


EXPOSIÇÕES


De 2 de março a 20 de abril
ALFREDO, O VAMPIRO
Exposição de Banda Desenhada de Emerson Lopes.
Local: Galeria da Entrada (rés-do-chão).
Organização: Bedeteca de Beja (CMB) / Emerson Lopes.
Nota: a exposição inaugura dia 2 de março, sábado, às 18h00.







De 2 de março a 20 de abril
FRANKENSTEIN
Exposição de Ilustração de Bernie Wrightson. Uma visão do romance de Mary Shelley de tirar o fôlego a qualquer um…
Local: Galeria da Bedeteca (1º andar, ala esquerda).
Organização: Bedeteca de Beja (CMB).
Nota: a exposição inaugura dia 2 de março, sábado, às 18h00.














De 2 de março a 20 de abril
MONSTROS
Exposição de Ilustração de Nuno Rodrigues.
Local: Galeria de Madeira (rés-do-chão, ala esquerda).
Organização: Bedeteca de Beja (CMB) / Nuno Rodrigues.
Nota: a exposição inaugura dia 2 de março, sábado, às 18h00, com a presença do autor.






De 2 de março a 20 de abril
MUCHA
Exposição de Banda Desenhada de David Soares (argumento), Osvaldo Medina (desenho) e Mário Freitas (arte-final).
Local: Galeria Central (1º andar).
Organização: Bedeteca de Beja (CMB) / David Soares / Mário Freitas / Osvaldo Medina.
Nota: a exposição inaugura dia 2 de março, sábado, às 18h00, com a presença dos autores.










CONVERSAS


Dia 2, sábado, das 18h130 às 19h00
DOIS DEDOS DE CONVERSA COM DAVID SOARES, MÁRIO FREITAS E OSVALDO MEDINA
Local: Bedeteca de Beja (1º andar, ala esquerda).
Organização: CMB (Bedeteca de Beja).


LIVROS DO MÊS NA BEDETECA







LOVECRAFT, de Enrique Breccia, Hans Rodionoff e Keith Giffen.
Escrita originalmente como um guião para cinema por Rodionoff, adaptada à banda desenhada por Giffen e magistralmente desenhada por Breccia, esta obra é uma incursão inspirada no universo do escritor, misturando alguns dados biográficos com personagens saídas dos seus livros.











MUCHA, de David Soares, Osvaldo Medina e Mário Freitas.
Mucha é a história de Rusalka, uma camponesa polaca que vê todos aqueles que a rodeiam transformarem-se em moscas numa escalada sem retorno. Com argumento de David Soares (o mais importante escritor português da atualidade na área do fantástico e do terror), servida pelo traço de Osvaldo Medina e pela arte-final de Mário Freitas, Mucha marcou o panorama editorial na área do terror nacional nos últimos anos.










MURMÚRIOS DAS PROFUNDEZAS, de Diogo Campos, Diogo Carvalho, Flávio Gonçalves, Luís Belerique, Phermad, Ricardo Reis, Rui Ramos e Vanessa Bettencourt.
6 contos curtos inspirados no universo fantástico de H. P. Lovecraft, escritos e desenhados por alguns dos mais jovens talentos da banda desenhada portuguesa.











FEIRA DO LIVRO HORRÍVEL





De 5 a 30 de março
LIVROS PERIGOSOS PARA LEITORES DESTEMIDOS
David Soares, Bram Stoker, Edgar Alan Poe, Howard Philips Lovecraft, Mary Shelley e muitos outros. E também muita banda desenhada, claro.
Local: Bedeteca de Beja (1º andar, ala esquerda).
Organização: CMB (Bedeteca de Beja) / Livraria Contracapa.










CINEMA E BANDA DESENHADA

Na terceira quinta-feira de cada mês…



Dia 21, quinta-feira, às 21h30
NOITE DE TERROR
Conversa acerca das adaptações de filmes de terror à banda desenhada, e exibição do filme MASSACRE NO TEXAS (1974), a obra-prima de Tobe Hooper, cujo personagem principal, Leatherface, daria origem a uma coleção de revistas.
Apresentação de Paulo Monteiro.
Local: Bedeteca de Beja (1º andar, ala esquerda).
Organização: CMB (Bedeteca de Beja).
Entrada livre.







Dia 22, sexta-feira, às 21h30
NOITE DE TERROR
Conversa acerca dos mortos-vivos na banda desenhada e exibição do filme EXÉRCITO DAS TREVAS (1993), de Sam Raimi, com Bruce Campbell. Um filme fabuloso e divertido que mistura como poucos a aventura, a ação, a comédia e o terror (em doses moderadas, claro).
Apresentação de Paulo Monteiro.
Local: Bedeteca de Beja (1º andar, ala esquerda).
Organização: CMB (Bedeteca de Beja).
Entrada livre.







AO LONGO DO TRIMESTRE

ATELIÊS


Até 25 de junho
ATELIÊ DE BANDA DESENHADA
OURIÇO-DE-MAR (dos 8 aos 12 anos)
Com Paulo Monteiro.
Horário: terças-feiras, das 18h30 às 20h00.

Até 27 de junho
ATELIÊ DE BANDA DESENHADA
TOUPEIRA (a partir dos 13 anos).
Com Paulo Monteiro.
Horário: quintas-feiras, das 18h30 às 20h00.

Até 26 de junho
ATELIÊ DE DESENHO E PINTURA
Com Ana Lopes.
Horário: segundas e quartas-feiras, das 19h30 às 21h15.

Até 27 de junho
ATELIÊ DE ILUSTRAÇÃO CIENTÍFICA I E II
Com Ana Lopes.
Horário: terças e quintas-feiras, das 19h30 às 21h15.

Até 26 de junho
ATELIÊ DE ILUSTRAÇÃO (EDITORIAL / INFANTIL)
Com Ana Lopes.
Horário: segundas e quartas-feiras, das 21h30 às 23h15.


CLUBES


LEMON STUDIO – CLUBE DE MANGÁ
Horário: sextas-feiras, das 16h00 às 18h30.


OUTROS SERVIÇOS

ESPAÇO INTERNET
O Espaço Internet dispõe de 4 computadores de acesso livre. Está aberto ao público de terça a sexta-feira, das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30, e aos sábados, das 14h00 às 20h00.

CEDÊNCIA DE ESPAÇOS PARA ATIVIDADES
Apoio e cedência de espaços, a escolas e outras instituições, para a realização de reuniões e eventos na área da banda desenhada ou da ilustração.

APOIO A ALUNOS E PROFESSORES, NA BEDETECA DE BEJA
Apoio a alunos e professores para a realização de exposições ou outros projectos específicos na área da banda desenhada e ilustração.


PARCEIROS

PARA A PROGRAMAÇÃO
Associação para a Defesa do Património Cultural da Região de Beja / Associação Pegada no Futuro / L.N.K / Lemon Studio / Museu Regional de Beja

PARA A DIVULGAÇÃO NA NET
As Leituras do Pedro / BD no Sótão / Central Comics / DrMakete / Kuentro / Leituras de BD / Notas Bedéfilas


CONTATOS E HORÁRIOS

BEDETECA DE BEJA
Edifício da Casa da Cultura
Rua Luís de Camões
7800 – 508 Beja
Telefone: 284 313 318
Telemóvel: 969 660 234
E-mail: bedetecadebeja@cm-beja.pt
Horário: de terça a sexta-feira, das 14h00 às 23h00; sábados das 14h00 às 20h00.

Como vêem, vale mesmo a pena e com muita pena minha não posso ir!
:(

Boas leituras
Deixa o teu comentário

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

X-Treme X-Men #9: Hércules e Wolverine a beijarem-se??



Bem… temos aqui dois dos tipos considerados mais “machões” do Universo Marvel… a beijarem-se??

Pelos vistos a DC e a Marvel descobriram um novo filão comercial, a homossexualidade!
Não tenho nada contra a homossexualidade, mas isto é apenas para ganhar dólares… uns que são homofóbicos compram por puro masoquismo e para dizer mal (claro), os homossexuais compram por curiosidade e o leitor normal compra porque está a seguir uma série.
Win/Win/Win



Não gosto destes aproveitamentos. Ponto. Heróis homossexuais já existem há bastante tempo (Midnighter, Apollo, Batwoman, Northstar, Wiccan, Hulkling entre outros), e se querem mais que os criem de maneira interessante na sua génese!

Isto parece que vai acontecer na revista X-Treme X-Men #9 vindos de um mundo paralelo… embora o Hercules já tenha sido referido como omnissexual (afinal é um semi-deus…).


(E a mãozinha do Wolverine na coxinha do Hércules durante o “beijinho”… OMFG)
:D

Boas leituras
Deixa o teu comentário

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Três Sombras


Por mais que se tente, por maior que seja o amor existente numa relação, ninguém consegue fugir à morte, é a maior certeza que temos.

Cyril Pedrosa teve direito a dois livros editados durante o último Amadora BD, e por duas editoras diferentes: a ASA (Portugal) e a Polvo (Três Sombras). Os dois são excelentes!
Hoje falarei sobre o livro publicado pela Polvo, o maravilhoso Três Sombras. Portugal publicado pela ASA ficará para a semana.


Cyril Pedrosa, um homem que decidiu ser desenhador. E que desenhador! Pedrosa desenha aquilo que é mais difícil: emoções!
Depois de trabalhar para a Disney deu o grande pontapé de saída na sua carreira após um encontro decisivo com Davide Chauvel. Daí ao seu primeiro grande trabalho foi um ápice: Ring Circus. As críticas foram boas e Cyril continuou, felizmente!

Eu não sou um amante da arte estilizada, ou alternativa (como preferirem), mas sei reconhecer a sua força. E a sua força vem de uma história que emocione o leitor, não importando qual a emoção em jogo. A arte estilizada tem de ser usada para dar expressividade a essa catadupa de emoções alicerçadas numa boa história. Este tipo de arte sem uma boa história para lhe dar corpo não vale nada… pode-se dizer que são apenas uns “bonecos” mal desenhados para intelectual ver!

Não é o caso, felizmente.
Cyril Pedrosa joga muito bem com as emoções do leitor, neste caso, ou no meu caso, uma tristeza infinita. Felizmente nunca perdi nenhum filho fisicamente, mas perdi um irmão mais novo. Sei o que está envolvido, embora numa percentagem mais pequena.
Sou pai de três filhos e perder um deles antes de eu me finar é algo parecido com um pesadelo do mais atroz que possa existir. É impensável.

Foi este o tema que Cyril Pedrosa escolher para fazer o seu livro Três Sombras.
Horrível.

O desenho de Pedrosa é dinâmico e equilibrado. Muito expressivo tanto na alegria, como na dor! As falas são curtas. Por vezes nem existem! Não é preciso. A narrativa gráfica deste autor francês é poderosa, o desenho fala por si só.
Por isso aconselho a quem decida ler este excelente livro a demorar em cada página. A voltar atrás, e sedimentar tudo o que o grafismo nos transmite!

Joaquim é um rapaz alegre, e faz parte de uma família feliz. Uma criança feliz com uns pais ainda mais felizes. Uma vida simples vivendo em perfeita harmonia com a natureza!
Mas surge o primeiro sinal do infortúnio… três cavaleiros dos quais só se vêem as sombras surgem lá longe nas colinas. Não há febres, não há tosse nem escarros sanguinolentos.
Aqui assiste-se ao primeiro passo no caminho da dor: a negação! E Cyril Pedrosa não apressa a narrativa… deixa fluir o processo. A mãe mais serena que o pai…
As sombras não desaparecem e Luís, o pai de Joaquim resolve fugir com o seu filho. A fuga! O segundo passo deste caminho doloroso.
Fogem, fogem para longe mas quando parece que já nada pode impedir essa fuga eis que as sombras surgem lá ao longe!
Um pai é capaz de vender a "alma ao diabo" por um filho… esse é o terceiro passo.
Depois da luta chega por fim o cansaço, a rendição, quase a morte do progenitor… o quarto passo.
Joaquim abre os braços ao seu destino, o pai jaz sem forças… e chega por fim a dolorosa aceitação. O quinto passo!
No final a vida continua, os pais de Joaquim continuam a sua vida com novos filhos.
Este passo é o mais difícil por quem passou por este trauma, e muitos pais não o atingem ficando presos na depressão eterna. Dar seguimento à sua vida. O sexto passo, talvez o mais difícil!

Comovente e infelizmente real para muitos pais...

Este livro é recomendado pelo Leituras de BD.
Parabéns à editora Polvo por esta magnífica publicação.

TPB
Criado por: Cyril Pedrosa
Editado em 2012 pela Polvo
Nota: 10 em 10
Deixa o teu comentário

domingo, 24 de fevereiro de 2013

Manga Jiman Competition Winner 2013: I Love You, por Gisela Martins e Sara Ferreira


Pois é... uma dupla feminina portuguesa ganha um prestigiado concurso de BD (neste caso Manga) em Inglaterra e quase não se fala disto...

Vou apresentar o Manga vencedor, I Love You, de seis páginas e uma pequena entrevista às duas artistas!
Elas estão felizes e não é para menos!

Mini-Entrevista



Nuno: Quem fez o quê neste mini-Manga?

Sara e Gi: Adoramos o termo mini-Manga! Foi um trabalho literalmente em conjunto. O conceito da história e o storyboard/layout é das duas, quanto ao desenho, as personagens são todas da Sara enquanto que os cenários são da Gi. Arte final é das duas mais uma vez.

Nuno: E talvez pudessem dizer quais a vossas motivações e objectivos quando concorreram a este concurso.

Sara e Gi: Estamos a viver na Inglaterra e estes tempos têm marcado a nossa perspectiva tanto como autoras de BD bem como de ilustradoras/concept designers. Quando descobrimos o concurso quisemos participar antes demais pela chance que este oferecia em poder falar com alguns nomes importantes na área editorial de BD em Londres. Montámos portanto um trabalho que nos servisse de cartão de apresentação, que deu os seus frutos.
Nunca pensámos que venceríamos o primeiro lugar (como podes ver no nosso blog) e agora lá vamos as duas ao Japão!

Nuno: O que é o Manga Jiman Competition, quem o organiza e com que objectivo?

Sara e Gi: O Manga Jiman Competition é um concurso de BD/Manga organizado anualmente pela Embaixada do Japão de Londres e já vai no seu sexto ano de existência. É um dos maiores concursos do Reino Unido e de facto o recinto estava absolutamente cheio! Foi uma pena não nos deixarem tirar fotos.
Já tínhamos trabalhado anteriormente em Portugal com a Embaixada Japonesa de Lisboa e foi interessante uma perspectiva diferente na promoção do país e da sua cultura. É esse o objectivo deste concurso e muito bem conseguido

Queríamos também dizer que vamos em Abril estar presentes no Iberanime de Lisboa como convidadas do evento, e daremos uma palestra e workshops. Teremos também à venda uma mini revista com esta história em português bem como pin-ups e concept art.


Muito obrigada, Nuno!!


Bem, este prémio é "awesome"! Uma viagem ao Japão... espero que a aproveitem bem! Merecem!
:)

Ficam aqui os links destas artistas:

www.stkstarbullet.com
www.stkstarbullet.deviantart.com

Ambas as artistas encontram-se disponíveis para comissões e outros trabalhos.

Manga: I Love You


















































Boas leituras
Deixa o teu comentário

sábado, 23 de fevereiro de 2013

Moura BD 2013


O Salão de Moura volta à actividade em 2013! Não esquecer que este evento passou a bienal em 2007.
Irão ser entregues os prémios Balanito de Honra para autor português, para autor estrangeiro, e finalmente o Balanito Especial.

Como é normal, haverão exposições e também um concurso de BD e Cartune. Este concurso terá exposto o seu regulamento no final deste post.

Continua a aposta nos Cadernos de Moura, com um número desta vez dedicado a Vassalo de Miranda.

Segue a programação deste evento e nota de imprensa:

Aí está o Moura BD 2013!

Está de regresso o Salão Internacional de Banda Desenhada de Moura, que terá a sua 18.ª edição entre 19 de Abril e 1 de Maio próximos.

Tal como na edição anterior, o salão decorrerá em simultâneo com a Feira do Livro e vai distribuir vários núcleos pela cidade. Desde logo o núcleo principal, em pleno centro da cidade, na Praça Sacadura Cabral, numa tenda gigante. Outros núcleos serão distribuidos pelo Espaço Inovinter, Posto de Turismo e Cine-Teatro Caridade.

O leque de autores homenageados engloba os portugueses Vassalo de Miranda e Zé Manel e o francês Hugues Barthe, que receberão os já tradicionais Troféus Balanito.

Quanto a exposições, para além das individuais dedicadas a cada um destes três autores, temos, para já garantidas as seguintes: “Eça de Queiróz na BD” e “Centenário de Willy Vandersteen” (ambas comissariadas por Luiz Beira), “Comic 21” (colectiva de autores granadinos), “Saramago em Caricaturas” (com trabalhos de autores portugueses e espanhóis), e a apresentação dos melhores trabalhos do 16.º Concurso de Banda Desenhada e do 14.º Concurso Escolar de BD (cujos regulamentos já estão disponíveis neste site – ver secção “Concursos”).

Quanto a edições, mantém-se a aposta nos Cadernos Moura BD, com um número dedicado a Vassalo de Miranda. Também a exposição de Zé Manel terá direito a catálogo numa produção da Humorgrafe/Osvaldo de Sousa.

Está, também, no ar a possibilidade de, durante o salão, as edições Polvo fazerem o lançamento de um álbum de Hugues Barthe, embora ainda não possamos confirmar esta notícia.

Mais informações serão aqui disponibilizadas nos próximos dias.

MOURA BD 2013 - AUTORES HOMENAGEADOS



VASSALO DE MIRANDA (ou A. VASSALO)

Balanito de Honra para Autor Português

Vassalo de Miranda, nasceu em Vila Franca de Xira a 21 de Novembro de 1941.

Ilustrador, pintor e banda desenhista, é mais conhecido pelos seus dois últimos apelidos, mas às vezes assina como A. Vassalo.

Tem trabalhos publicados em "Notícias" e "A Tribuna" (jornais moçambicanos), "Jornal do Exército", "O Retornado", "Mundo de Aventuras", "Almada-BD Fanzine", "Shock Fanzine", "Cadernos Sobreda-BD" e "Alentejo Popular".

Por diversas editoras, estão publicados (alguns esgotados) os seguintes álbuns: "Mamassumá, Comandos ao Ataque", "Operação Gata Brava", "Operação Trovão", "Bayete!", "O Sacrifício", "Do Índico ao Niassa", "A Epopeia da LDM 302", "Operação Mar Verde" e "A Fragata D. Fernando II e Glória". Na maioria destes álbuns, o autor trabalha uma temática curiosamente pouco explorada pelos autores nacionais: a Guerra Colonial.





HUGUES BARTHE

Balanito de Honra para Autor Estrangeiro

Hugues Barthe nasceu em Montbéliard (França) a 16 de julho de 1965.

Estudou na Escola de Banda Desenhada de Angoulême.

Colaborou com cartunes para a revista Hercules, onde criou a personagem Le Petit Lulu.

Em 2000, publica a sua primeira banda desenhada: “Jean François Fait de la Résistence”. Seguem-se vários álbuns sobre o tema da homossexualidade, nas editoras Les Requins Marteaux e Hachette LIttératures.

O seu último trabalho, “Verão 79” e “Outono 79” (um romance gráfico em dois volumes, o último dos quais tem anunciada o seu lançamento para os próximos dias), anuncia-se como o mais ambicioso do autor, onde ele mudou de tom e de tema, com uma autobiografia sobre seus pais e a violência doméstica de que foi vítima.

Hugues Barthe, um autor da nova vaga europeia cuja obra merece uma leitura bem atenta e (porque não?) uma oportunidade no mercado português.




ZÉ MANEL

Balanito Especial

Nasceu em Lisboa, a 22 de Janeiro de 1944, sendo filho do famoso cartoonista Meco.

Não é, pois, de estranhar a sua apetência para o desenho e a ilustração.

Apesar da influência paterna, o seu traço é absolutamente único, e imediatamente reconhecível. As elegantes e curvilíneas figuras femininas que desenha são a sua “imagem de marca”.

Publicou desenhos n’ O Século Ilustrado, Os Ridículos, Parada da Paródia, Jornal do Exército, O Brincalhão, Playboy, Fungagá da Bicharada, O País, Diário de Notícias, Pão com Manteiga, Record, etc… Em 1976 publicou o álbum In Politiquices.

Participou em inúmeros concursos de caricatura tendo ganho prémios na maioria deles, incluindo o de Moura.

Já fez milhares de “bonecos”. Como ele próprio diz, “tem sido um esbanjar de papel, de borrachas, de tinta e de energias, que bem poderiam ter sido aproveitadas em actividade mais rendosa!”.

Zé Manel um homem simples, como simples é o nome como é reconhecido artisticamente. Contudo, debaixo dessa simplicidade esconde-se um extraordinário cartunista.

Exposições


Eça de Queiróz na BD




Centenário de Willy Vandersteen




Saramago em Caricaturas (com trabalhos de autores portugueses e espanhóis)




Zé Manel





Comic 21 - colectiva de autores granadinos


Apresentação dos melhores trabalhos do 16.º Concurso de Banda Desenhada & "Cartoon" e do 14.º Concurso Escolar de BD (Sem imagem)

Edições

Cadernos Moura BD: número dedicado a Vassalo de Miranda

Edições Polvo: Não está ainda confirmado o lançamento de um livro de Hughes Barthe

Catálogo  dedicado ao cartonista Zé Manel

____________________________________________________________________________

16º Concurso de BD e Cartune
Regulamento





Resta-me desejar sucesso, e que quem possa passar por Moura nesta altura dê um saltinho até este Salão de BD!


Boas Leituras
Deixa o teu comentário

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Às Quintas Falamos de BD (Fevereiro) - Encontro Imaginário com Fernão Mendes Pinto


O Centro Nacional de Banda Desenhada e Ilustração (CNBDI) volta a abrir portas na última 5ª Feira deste mês. É bom ver que este instrumento de cultura volta a abrir portas, com novos encontros este ano.
Fica a nota de imprensa.

Encontro Imaginário com Fernão Mendes Pinto

Estimados Amigos,

O Encontro Imaginário com Fernão Mendes Pinto é a próxima iniciativa de Às Quintas Falamos de BD e terá lugar no dia 28 de Fevereiro, pelas 21h00, no Centro Nacional de Banda Desenhada e Imagem.

Na última Quinta-Feira deste mês Hélder Costa entrevistará Fernão Mendes Pinto, interpretado pelo ator Sérgio Moras.



Presentes estarão também autores de BD, ilustração e cartoon que trabalharam a Peregrinação e seu autor, personagem central da mostra em exibição no CNBDI.

Apareça e tome um café connosco, contamos consigo.

Como crítica construtiva deixo o seguinte comentário...

Faz-se bastante BD portuguesa, porquê repetir algo que foi feito há um ano exactamente no mês de Fevereiro?
Sim, penso que se poderia divulgar outras obras, outras visões, outros estilos. Esta obra de José Ruy foi tema exactamente há um ano, embora com uma roupagem  e abordagem diferente.

Às Quintas Falamos de BD (Fevereiro) - Por Esta Peregrinação Acima

Não sei... esta é pelo menos a minha opinião!

Passem pelo CNBDI e bebam um café nesta excelente ferramenta da Câmara da Amadora!


Boas leituras
Deixa o teu comentário

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Ilustração: Marry me, Mags, por JH Williams III



Estão a ver o epílogo da revista #17 de uma das melhores séries da DC neste momento.
Kate Kane (Batwoman) é uma das melhores personagens dos últimos tempos nos comics norte-americanos, e para além disso é lésbica assumida desde o primeiro momento. Sempre teve namoradas "às claras", e a sua última aventura amorosa chama-se Mags...

É claro que isto é um gigantesco spoiler, mas não resisti!
De qualquer modo não sei se haverá casamento... lol, isso não é desvendado!

Desde a altura da série 52 que não acompanha o seu antigo amor Renee Montoya, que veste agora o manto "The Question". Quando se iniciou o reboot "New 52" o seu interesse amoroso foi mesmo Maggie...
Bom, esta Morcega tem um fetiche por polícias com certeza! Já Renee Montoya era polícia!

Fica o pedido de casamento de uniforme e tudo, ou seja, mais um golpe comercial usando homossexuais! Não tenho nada contra, excepto quando se torna moda para fabricar dólares...! Não estou a ver casamentos nenhuns desde há muitos anos com super-heróis heterossexuais...
Presumo que esta revista Batwoman #17 vá esgotar num ápice!
:D

Boas leituras

Deixa o teu comentário

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Exposição Morcegos de Portugal, de Lúcia Antunes em Évora



E agora algo que ainda não tinha passado no Leituras de BD: Ilustração Científica!
Existe muito tipo de desenho, desde a ilustração publicitária à ilustração histórica, passando pelos livros escolares aos livros ilustrados, sejam de terror ou para crianças!



Hoje o tema é ilustração científica.
Antes de haver máquinas fotográficas, os antigos exploradores serviam-se de desenhadores para registar em papel as novas espécies animais e vegetais descobertas. Nos nossos dias isto já não é necessário visto que as fotos (digitais ou não) ocuparam estes espaços.
Mas ainda se faz muita ilustração científica! Para representação pormenorizada daquilo que interessa focar e registar, o ser humano continua a representar em livros e tratados científicos os animais e plantas desenhados.

Assim, hoje apresento algumas ilustrações de Lúcia Antunes! Esta ilustradora de inegável qualidade, como podem ver nas ilustrações apresentadas, terá patente em Évora uma exposição das suas ilustrações com início em 28 de Fevereiro e terminará em 31 de Março.

Fiquem com a nota de imprensa sobre este evento:

Exposição Morcegos de Portugal


Exposição que visa dar a conhecer a um público geral as 27 espécies de Morcegos em Portugal através das ilustrações realizadas no decorrer da tese de Mestrado em Ilustração Científica (ISEC/Universidade de Évora) que irá dar origem ao “Guia dos Morcegos de Portugal Continental e Insular – Morfologia e Etologia dos Quirópteros em Território Nacional”.

Pretende-se dar a conhecer os morcegos com o intuito de não só familiarizar as pessoas com este grupo de animais mas também revelar a importância destes para o meio ambiente (no controlo de pragas, etc) e como indicador de biodiversidade e desta forma tentar inverter o estatuto ameaçado em que se encontram 9 das 27 espécies em Portugal. A informação científica que é acompanhada de ilustrações, que busca cativar um universo mais abrangente (não se fechando num público especializado), alertando para os perigos que afectam este grupo, fazendo com que se sintam mais familiarizados com os morcegos, tirando partido da celebração do Ano do Morcego 2011-2012.

As ilustrações (em que se alia informação cientificamente correcta a ilustrações esteticamente apelativas) são um veículo de dar conhecimento e informação de uma forma mais acessível e aberta, cativando as pessoas e procurando estabelecer uma empatia com os morcegos.

Local: Palácio Dom Manuel em Évora



LÚCIA ANTUNES
Licenciada em Design de Comunicação pela Faculdade de Belas Artes da Universidade Lisboa. Frequentou em 2009 nesta instituição um curso de ilustração científica e em 2010 no Instituto de Artes e Ofícios (Universidade Autónoma de Lisboa) ambos ministrados pelo professor Pedro Salgado. Aluna do segundo ano de Mestrado em Ilustração Científica a decorrer na Universidade de Évora em parceria com o Instituto superior de Educação e Ciências (ISEC) com a tese “Guia dos Morcegos de Portugal — Continental e Insular” com a orientação do Professor Jorge Palmeirim (Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa) e do Professor Pedro Salgado.



Lúcia Antunes já brilhou em muitos concursos e exposições internacionais, inclusivamente ganhando prémios como o Prémio do Público do concurso internacional Il.lustra Ciència. Este prémio, que distingue os melhores trabalhos de ilustração na área da ciência, foi promovido pela Associação Catalã de Comunicação Científica (ACCC).
É impressionante como um país tão pequeno como Portugal (de apenas 10 milhões de habitantes) consegue ter tanto talento desperdiçado... depois acabam por ir embora para onde lhes reconheçam o valor! "Emigrem", disse o nosso 1º Ministro!
E sim, os nossos melhores técnicos e valores estão todos a emigrar... bom, não quero falar mais disto.



Se quiserem ver mais trabalhos desta artista têm o link de um site aqui em baixo onde podem ver alguns trabalhos, ou podem deslocar-se a Évora onde verão muitas ilustrações não presentes nesse mesmo site.

Lúcia Antunes: http://cargocollective.com/luciaantunes

Boas leituras
Deixa o teu comentário