segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Sessão de Lançamento do livro “New Born, 10 Dias no Kosovo”


Para quem não foi ao Amadora BD, o livro New Born de Ricardo Cabral vai ter uma outra sessão de lançamento.
O evento terá lugar Quarta-feira, 24 de Novembro, 18h30, na Fnac Chiado em Lisboa
Será apresentado pelo jornalista Aurélio Faria, que esteve no Kosovo como correspondente, na altura da guerra!
Fica o press release:

Ricardo Cabral faz um "diário" da sua passagem pelo Kosovo mostrando o país e o seu povo através de ilustrações. O Kosovo de Ricardo não é o mesmo país que encontramos nas notícias e nos títulos dos principais órgãos de comunicação ou nos relatórios e telegramas diplomáticos de Bruxelas, Nova Iorque, Moscovo e Washington. Este livro surge após a publicação no ano passado de “Israel Sketchbook”.

Sobre Ricardo Cabral: Nasceu em Lisboa em 1979. Andou na escola de artes António Arroio e, em 2005, licenciou-se em Pintura pela faculdade de Belas-Artes de Lisboa, onde foi um dos fundadores do núcleo de BD-BLAST. Em 2007, publica o seu primeiro álbum de BD “Evereste” e, em 2009, publica o livro “Israel Sketchbook”. Actualmente, trabalha como ilustrador freelancer.

Boas Leituras
Deixa o teu comentário

6 comentários:

  1. É só para dizer que o livro está fabuloso. Os desenhos do Ricardo são *****. Um abraço.

    ResponderEliminar
  2. João
    Sim a arte dele é grande!
    Pena não fazer BD...
    :(

    ResponderEliminar
  3. Considero o Ricardo Cabral um excelente desenhador, mas este livro deixa muito a desejar. Fica muito abaixo em relação ao anterior sobre Israel, esse sim uma belíssima obra. As ilustrações parecem ter sido feitas todas a correr, sem nenhum tipo de cuidado, do género "... tomem lá uns rabiscos e uns gatafunhos porque não tive tempo para mais...".
    Se eu não conhecesse a sua qualidade como desenhador, ainda engolia o livro, mas vendo o trabalho sobre Israel e agora este... desilusão!!

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  4. Lucaimura
    Paises ddiferentes, cores diferentes, ambientes diferentes...
    Mas uma coisa é certa, também gostei mais do Israel!
    ;)

    ResponderEliminar
  5. Aqui está um excelente artista que, pelos vistos, não está para escrever grandes argumentos. Pelo menos é o que parece! Está no direito dele. Sim, uma história pode-se contar só com imagens, etc e tal...Nestas duas obras deste "género" apenas vejo bons desenhos. Gosto de revistas e de livros de viagens ilustrados com desenhos ou fotografias. Ambos, desenhados e com fotografias, conseguem mostrar aquilo que o autor quer: seja a "verdade" ou seja a "mentira". Talvez no desenho seja mais fácil captar aquilo que o autor quer que a imagem mostre, "verdade" ou "mentira"; na fotografia talvez seja mais difícil captar essa visão mais romântica da "verdade". Enfim... aprecio o desenho, mas é só isso.

    ResponderEliminar
  6. Refem
    Enfim, estás como eu! Gosto da arte do Ricardo Cabral, mas gostaria que ele fizesse BD!
    BD é mais "durinho" de fazer...
    :D

    ResponderEliminar

Bongadas