sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Feliz Natal e um Bom Ano paratodos!!


Não se arrepiem, mas fui que fiz o postal...
:D
Boas Festas!
(O próximo ano será um ano normal para o "Leituras de BD")
;)
Deixa o teu comentário

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Viking Vol.1: The Long Cold Fire


Obsessivo…
Brutal!
Excelente.
Três adjectivos que definem perfeitamente este livro da Image Comics. Infelizmente duvido que tenha grande êxito nos Estados Unidos da América…
Como diz a sinopse, é um “thriller” do sec. IX que conta as aventuras de dois irmãos Vikings, Finn e Egil, um pior que o outro e que tentem subir na “cadeia alimentar” da criminalidade.
Os autores são Ivan Brandon (Final Crisis Aftermath: Escape e Secret Invasion) e Nic Klein (Capas em Annihilation Conquest: Star-Lord e New warriors, como desenhador e colorista em Dead of Night Featuring Man-Thing Vol 14).
Ivan Brandon, após alguns trabalhos para a DC e Marvel, quer deixar a sua marca nos comics norte-americanos e esta é decididamente uma tentativa… e que tentativa! Para isto precisava de um artista não muito conhecido, mas de qualidade. Assim descobriu um Nic Klein possuidor de um traço poderoso e de cores super expressivas. Brandon queria (quer) procurar um mercado diferente nos EUA, para isso contou com a ajuda da Image Comics. Os comics bimensais com que esta série começou a sair não tiveram talvez o sucesso esperado. Penso que é um género que deve ser mais explorado no formato volume nº1. Nota-se perfeitamente o envolvimento de Klein nesta estória, este abraçou completamente este projecto que quanto mais não seja é um excelente cartão de visita para a arte brutal que apresentou. Nos extras são apresentadas pequenas esculturas de alguns personagens que este criou para estudar os jogos de luz, e as próprias personagens. Klein usa sobretudo os castanhos, laranjas e tons de vermelho para ilustrar o ambiente duro e sangrento da época.
Neste filme “noir” do sec. IX os protagonistas são apresentados logo de início, traçando-se o seu perfil inicial, e as razões pelas quais são assim, e procedem de maneira tão bárbara.
A acção passa-se essencialmente em três espaços distintos, cada um com a sua cota parte diferenciada na acção. Assim e primeiro temos o espaço familiar inicial, refúgio de três irmãos e do seu avô. Os dois irmãos mais velhos tinham como profissão a pilhagem e o assassinato, como contraponto temos a personagem do avô que praticamente já desistiu destes tentando educar Ketil (o irmão mais novo) de uma forma muito mais pacífica. Infelizmente este é levado por Finn e Egil numa operação de venda de produtos pilhados que acaba de forma trágica, sendo ainda mais trágico o fim deste capítulo familiar. Os dois irmãos ficam bem marcados fisicamente e psicologicamente para o futuro… Segue-se uma vida de violência inaudita com banhos de sangue e escaramuças sangrentas onde conhecem o seu terceiro comparsa de pilhagem e extorsão!
Existe uma outra estória paralela que se vai tocando, primeiro levemente e depois se cruza com a vida dos irmãos Finn e Egil. É o espaço do reino governado por Bram “The Quiet” e de sua filha rebelde Annikki. Aqui se joga nos bastidores a política suja, e também sangrenta, com um rei sempre protector de uma princesa que odiava estar presa num castelo, ainda para mais sendo ela corajosa e grande caçadora.
Estas duas linhas narrativas cruzam-se violentamente na terceira parte da estória com um final poderoso e violento. O final peca por uma certa “lamechice” devido a uma estória de amor improvável, quando o que se pedia (seguindo os parâmetros da estória) seria uma cena de sexo violento para não fugir ao registo de todo o livro. Apenas aceito esta “falha” porque eventualmente para um seguimento é esta estória de amor que fará a ponte para um próximo volume.
Este é um livro de velocidade alucinante e arte espectacular em formato europeu. Este formato faz explodir a arte de Klein, embora não seja do agrado dos americanos…
Aconselho e espero que haja uma continuação. Mesmo que tal não aconteça este é um livro que se pode ler como livro único.
Peço desculpa pelos scans estarem um pouco cortados, mas o livro é bastante grande, das mesmas dimensões do "grand format" francês mas com mais páginas, dificultando o trabalho de digitalização!

Hardcover
Criado por: Ivan Brandon e Nic Klein
Editado em 2010 pela Image Comics
Nota: 9,5 em 10
Deixa o teu comentário

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Forgetless


Jorge Coelho esteve hoje (1/Dez/2010) na loja Kingpin a dar autógrafos e protagonizando uma exposição com suas pranchas, referentes ao livro “Forgetless”. O livro acabou por esgotar, felizmente obtive o penúltimo TPB, e os comics penso que tiveram o mesmo destino!
A loja estava bem composta de público, e quem compra um livro acaba por comprar dois e assim se tenta fazer um bom dia de vendas… era bom que todas as lojas fizessem mais pequenos eventos destes, pois fazem movimentar as pessoas e com certeza as vendas também.
Esta edição pertence à linha “Shadowline” da “Image Comics”, linha esta que tem como director Jim Valentino (“Guardians of the Galaxy”, os originais da década de 90; “What If…”, “Silver Surfer”, etc. …), e se propõe a fazer e editar BD diferente do “mainstream” norte-americano. Pode-se dizer que o grupo Image Comics cobre toda a área da Banda Desenhada, desde o comercial ao mais alternativo, policial, cómico, horror……. etc.………etc.….
Falando um pouco sobre o livro, achei-o um ensaio completamente louco de Nick Spencer! Nunca se sabe o que vem a seguir, a estória volta para trás, chega-se à frente e de repente dá uma cambalhota que ninguém está à espera! É um pouco confuso de início, mas no fim tudo acaba por fazer sentido!
A estória principal conta, entre outras coisas, como duas modelos acabam em assassinas profissionais, como um Kuala pode ser tarado sexual, e como um jovem pode ter a cabeça a prémio por ter violado uma boneca insuflável... O palco é “Forgetless”, uma discoteca! A segunda estória roda à volta de três jovens menores de idade que entrar na referida “Forgetless” com identificações falsas… penso que uma situação comum nos EUA (a parte das “fake IDs”) e a todos os jovens do mundo ( a parte da entrada na discoteca sendo menor de idade…).
Gostei do livro, não extraordinariamente. Mas posso dizer que a melhor parte do livro e sem dúvida a arte do Jorge Coelho, e não estou a dar graxa! O argumento não é mau, mas por vezes torna-se um pouco difícil (tive de reler o livro para tirar algumas conclusões sobre partes que me tinham passado), e a arte dos outros desenhadores e coloristas também está bem mas acho que as páginas desenhadas por J.Coelho são as melhores e as mais expressivas!
Parabéns ao Jorge Coelho! Merece.
Ficam umas fotos da exposição (desculpem o exagerado reflexo amarelo numa delas…), do Jorge Coelho e da loja da Kingpin.




Duas fotos gerais da loja





Jorge Coelho a trabalhar no meu sketch





O meu sketch!









Três páginas de originais em exposição!

Boas leituras.

TPB
Criado por: Nick Spencer, Jorge Coelho, Scott Forbes e Marley Zarcone
Editado em 2010 pela Image Comics (Shadowline)
Nota: 7,5 em 10
Deixa o teu comentário

sábado, 27 de novembro de 2010

A Metrópole Feérica: Terra Incógnita Vol.1


Livro editado pela editora Tinta da China e tem como autores José Carlos Fernandes e Luís Henriques. José Carlos Fernandes fala de seis cidades e Luís Henriques mostra-nos graficamente como as imaginou! Algumas só existem na nossa imaginação mesmo, outras sobre as quais se podem tirar comparações para cidades actuais ou do passado, ou seja, não são assim tão inventadas como pode parecer ao leitor menos atento como por exemplo: Manata e Manhattan.
Considero este um excelente exemplo de Banda Desenhada alternativa, com bons textos e com um grafismo, que em algumas pranchas, depois de as absorver bem, eu disse: Uau!
Esta dupla já tinha editado o “Tratado de Umbrografia”, vol.1 de uma série chamada “Black Box Stories”, editada pela Devir, e que tem em comum com esta (para além dos autores) o preço! Puxadito… é certo que o papel e a impressão estão o máximo, é verdade! Espero que este “Terra Incógnita I” tenha novos desenvolvimentos e não fique pelo 1 como o “Black Box Stories”…
Se entendermos feérico como pertencente às fadas, encantador ou esplendoroso os motivos de que esta obra fala, estão longe, muito longe de tal… antes fala das fragilidades humanas em diversos meios e conceitos básicos, usados em várias civilizações ao longo dos tempos ou em exercícios teóricos, da adaptação humana, escritos ou descritos por alguns filósofos!
Por norma é difícil eu ser atraído por este tipo de obras, mas houve alguma coisa que me levou a pegar neste livro e a folheá-lo… a qualidade da edição! Aqui está, como a aposta na qualidade do livro em si, faz com que um inverosímil comprador deste tipo de leitura, pegue no livro, o ache interessante, e acabe por levá-lo para casa para melhor o desfrutar!
Gostei particularmente de “Babel” e de “Khamsin”, mas “Manata” com a sua 9ª prancha (contando como prancha a página que tem o nome da estória), tem o momento gráfico que mais me agradou do livro (o tal do: Uau!).
Já agora, e porque já passaram quase três anos, onde está o 2º volume? Será que vai acontecer o mesmo que a "Black Box Stories" e a "A Pior Banda do Mundo"? Isto começa a ser recorrente...
Esta obra teve direito a uma exposição no 21º Amadora BD e posso garantir que tinha um óptimo ambiente! Todos os pormenores estavam muito enquadrados com a obra, desde a "mobília" à luz.
Assim ficam também umas fotos desta exposição.









Boas Leituras

Softcover
Criado por: JC Fernandes e Luís Henriques
Editado em 2008 pela Tinta-da-China
Nota: 7,5 em 10
Deixa o teu comentário

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Sessão de Lançamento do livro “New Born, 10 Dias no Kosovo”


Para quem não foi ao Amadora BD, o livro New Born de Ricardo Cabral vai ter uma outra sessão de lançamento.
O evento terá lugar Quarta-feira, 24 de Novembro, 18h30, na Fnac Chiado em Lisboa
Será apresentado pelo jornalista Aurélio Faria, que esteve no Kosovo como correspondente, na altura da guerra!
Fica o press release:

Ricardo Cabral faz um "diário" da sua passagem pelo Kosovo mostrando o país e o seu povo através de ilustrações. O Kosovo de Ricardo não é o mesmo país que encontramos nas notícias e nos títulos dos principais órgãos de comunicação ou nos relatórios e telegramas diplomáticos de Bruxelas, Nova Iorque, Moscovo e Washington. Este livro surge após a publicação no ano passado de “Israel Sketchbook”.

Sobre Ricardo Cabral: Nasceu em Lisboa em 1979. Andou na escola de artes António Arroio e, em 2005, licenciou-se em Pintura pela faculdade de Belas-Artes de Lisboa, onde foi um dos fundadores do núcleo de BD-BLAST. Em 2007, publica o seu primeiro álbum de BD “Evereste” e, em 2009, publica o livro “Israel Sketchbook”. Actualmente, trabalha como ilustrador freelancer.

Boas Leituras
Deixa o teu comentário

Lançamento ASA: Blake & Mortimer Nº20 - A Maldição dos Trinta Denários Vol.2 - A Porta de Orféu



A ASA vai lançar simultâneamente com a edição francesa o 2º volume, e 20º da série, da Maldição dos Trinta Denários. Blake & Mortimer tem assim a conclusão de mais um díptico que começou muito azarado como poderão verificar em:
Blake & Mortimer Nº19: A Maldição dos Trinta Denários - O Manuscrito de Nicodemus

Fica um pequeno press release da ASA:

Blake & Maldição
A Maldição Dos Trinta Denários 2
A Porta De Orfeu

“Há cerca de 2000 anos, o Apóstolo Judas vendeu Cristo aos Romanos por trinta dinheiros de prata. Blake e Mortimer devem encontrá-los antes que originem mais uma sangria. De facto, o antigo SS Von Stahl tenta apoderar-se dessas malditas moedas, convicto de que o seu poder maléfico lhe permitirá controlar o mundo. Para isso, recorre aos préstimos de Olrik, depois de o ter libertado de uma prisão americana. Mais do que nunca, o ambicioso "coronel" está decidido a vingar-se dos seus velhos adversários.”

Autores: Van Hamme/A.Aubin/E.Schreder

P.V.P.: € 14,50

Parabéns à ASA e boas leituras!
Deixa o teu comentário

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Japan Weekend 2010


Nos dias 23 e 24 realizou-se o Japan Weekend na sala Tejo do pavilhão Atlântico. Não pude estar presente porque infelizmente marcaram uma data que coincidia com o 21º Amadora BD, mas esteve lá a minha enviada especial, a Diabba, que tirou algumas fotos!
Aqui ficam elas:

























Bom... parece que esteve animado!
:)
Espero que para o ano se voltarem a repetir o evento não o façam nas datas de outros eventos relacionados...
A Diabba também fez um post sobre o evento: Japan-coiso

Boas leituras.
Deixa o teu comentário

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Lançamento Vitamina BD: Bernard Prince - Ameaça Sobre o Rio



A Vitamina BD deu um pontapé neste final de ano com duas edições! Uma deles é o último álbum de Bernard Prince em que Hermann volta ao seu grande herói.
Este livro foi lançado no passado fim de semana durante o 21º Amadora BD.
Ainda não li o livro, apenas o folheei, mas uma coisa eu posso passar a todos vocês: a arte é magnífica!
Hermann é como o vinho, quanto mais velho melhor!

Tenho esperanças que a Vitamina BD tenha retomado a senda das publicações, pois faz falta ao panorama editorial português de BD.
E que a divulgação dos títulos desta editora seja como a deste livro, que toda a internet saiba que saiu mais um álbum de Hermann!
Fica o press release da Vitamina BD:

BERNARD PRINCE - AMEAÇA SOBRE O RIO

Bem a tempo da época natalícia, a VitaminaBD tem o prazer de anunciar aos seus clientes e amigos um dos grandes lançamentos do ano: o novo álbum que marca o regresso de um dos maiores clássicos de sempre da BD franco-belga, BERNARD PRINCE.
Esta nova aventura assinala também o regresso à série do seu criador original, Hermann.

Um dos maiores heróis de sempre da BD franco-belga está de regresso! E não chega sozinho: Hermann, um dos criadores da série, regressa à sua criação maior, BERNARD PRINCE, numa nova história de deslumbrante qualidade gráfica.

BERNARD PRINCE - AMEAÇA SOBRE O RIO tem todos os ingredientes que fizeram da série uma das mais vendidas de sempre em Portugal e no resto da Europa.

Bernard Prince e os seus amigos Jordan e Djinn regressam nesta aventura que começa com a chegada do Cormoran a Quiritos, um porto de rio na América Latina. Aguarda-os um encontro com um homem chamado Ramirez, um velho conhecido regressado ao país em circunstâncias misteriosas. Mas há mais alguém muito interessado nos três heróis e o seu objectivo é... vingança! Com Djinn refém a bordo, o Cormoran parte rumo a um destino desconhecido que levará Prince e Jordan a uma intensa perseguição pela selva amazónica e a um dramático final.

Hermann; Yves H.
EAN: 9789898062345
56 págs., cores, HC
13,50 Euros (IVA incluído)
Disponibilidade imediata

Boas leituras!

Deixa o teu comentário

terça-feira, 2 de novembro de 2010

21º Amadora BD - 2º Fim de Semana


Bom... esta foto é bem mais simpática do que aquela que coloquei como entrada no 21º Amadora BD - 1º Fim de Semana.
Sábado e Domingo estiveram um pouco melhores, as lojas aparentemente também venderam mais um pouco e tivemos nos autógrafos essencialmente portugueses. Vindos de fora estiveram os polacos do projecto "City Stories" e Sean Murphy. Os portugueses foram os autores da Fórmula da Felicidade, Zona, C.A.O.S., Filipe Melo, Hugo Teixeira, Paulo Monteiro e Vítor Mesquita (apenas no feriado). Infelizmente este feriado (1 de Novembro) foi o dia mais fraco de todos até agora (excluindo os dias úteis...)! Acho que este Amadora BD está a ser castigado pelo público! Caberá à organização procurar estudar o que aconteceu de errado (eu tenho a minha opinião) e achar meios de não voltar a acontecer no futuro, este festival é necessário à BD em Portugal e ninguém que goste desta arte gosta de o ver assim...
Este fim de semana teve alguns momentos interessantes, como por exemplo o lançamento de Scott Pilgrim (Booksmile) e uma palestra sobre o momento editorial da BD portuguesa. No lançamento esteve presente a editora da Booksmile Ana Afonso e Hugo Teixeira. Ficamos a saber que a Booksmile está seriamente empenhada em levar a série até ao fim (6 volumes), com Ana Afonso a garantir a edição total da série. Espero que corra bem! A palestra teve como intervenientes Maria José Pereira (ASA), Mário Freitas (Kingpin Books), Rui Brito (Polvo) e o artista Vítor Mesquita. A moderação esteve a cargo de Pedro Mota e falou-se de vários temas interessantes ligados com a edição, publicação e divulgação de obras de BD. Como os intervenientes pertencem a editoras com um modo de trabalhar a BD de maneira diferente a palestra tornou-se agradável de seguir, não caindo na monotonia!
Outro ponto de interesse para mim foi a visita à exposição de Sean Murphy, e que exposição! Não há dúvidas que este ano foi o ano das exposições! Muitas, boas e algumas com uma envolvência superior. A exposição de Sean Murphy infelizmente está completamente escondida sem uma placa exterior e muitos visitantes passam completamente ao lado desta excelente mostra.
Este fim de semana teve um momento que me provocou uma dor de cabeça monumental... uma banda completamente louca e cheia de metais fez uma barulheira tal que não se conseguia falar com ninguém, a não ser que se gritasse ao ouvido do interlocutor! Desnecessário naquele piso e naquele momento, onde os artistas estavam boquiabertos e incapazes de se concentrar naquilo que estavam a fazer. A banda até era gira e alegre, mas não para aquele local, talvez no piso de cima fosse mais interessante!
Aqui ao lado direito está registado o aspecto da banca da Pedranocharco e da Asa Negra.
Já agora e falando de divulgação de BD e Vítor Mesquita, é impressionante como uma editora põe ali um livro este fim de semana à venda sem ninguém saber. Se o Vítor Mesquita não aparecesse para autógrafos havia muita gente que nem sequer tinha sabido que tinha saído pela Gradiva a continuação da saga do Eternus 9, um livro em grande formato de 100 páginas e com um aspecto gráfico excelente. Tenho a certeza que teria vendido mais se as redes sociais, blogs, fóruns e portais de Banda Desenhada tivessem sido avisados atempadamente do lançamento.
Bom... ficam uma fotos deste fim de semana! As fotos das exposições ficam para outro dia desta semana.


Aspecto geral da mesa de autógrafos no Sábado




Carla Rodrigues e Paulo Marques




Hugo Teixeira e Paulo Monteiro




Sean Murphy




Pedro Carvalho e João Raz




Mário Freitas, Filipe Teixeira e Fernando Dórdio




Vítor Mesquita




Devir e BD Mania




Kingpin Books




Os responsáveis pela minha dor de cabeça de Domingo...




Ana Afonso e Hugo Teixeira durante o lançamento dos dois primeiros números de Scott Pilgrim




Rui Brito, Mário Freitas, Maria José Pereira, Vítor Mesquita e Pedro Mota (moderador) durante a palestra sobre o estado editorial da BD em Portugal.




Um excelente sketch feito pela Carla Rodrigues
The Art of Carla Rodrigues

Boas leituras e comprem um livro no Amadora BD!
Deixa o teu comentário