segunda-feira, 18 de Abril de 2011

Murena: Vol.3 - A Melhor das Mães / Vol.4 - Os que vão Morrer...


O “Ciclo da Mãe” foi finalmente finalizado! (E não correu bem para a mãe…)
Uma das séries de que eu mais ansiava a continuação é continuada com um álbum duplo na colecção “Os Incontornáveis da BD” (Volume nº7 desta série que está a decorrer), responsabilidade editorial da parceria ASA/O Público. Para os coleccionadores já tinha dado a informação de que este livro vai sair em capa dura exclusivamente para a FNAC, penso que o próximo mês!
A dupla Jean Dufaux / Philippe Delaby continua a encantar nesta excelente série de base histórica. Sim de base, porque o trabalho de investigação foi aprofundado, mas como convêm a um livro de BD temos bastante ficção! Neste aspecto Dufaux bem que podia ter dado um pouco de ”trela”, mas ficou um pouco aprisionado aos factos históricos. Neste caso não é grave nem maçudo porque aquela era histórica é fértil em intriga…
A arte de Delaby continua a ser para mim a grande mais-valia desta série, cada livro que passa melhor fica. Não será estranho a este facto nova mudança de colorista para este dois livros. Assim, no primeiro tomo tivemos Béatrice Delpire substituída por André Benn no segundo, e agora Dina Kathelyn nestes dois livros. De resto a arte de Delaby está cada vez mais firme!
Neste cenário histórico Jean Dufaux procura com pequenas estórias satélites dar corpo à ascensão e queda de um dos Imperadores mais controversos da história romana.
Nestes dois livros, e depois do assassinato (envenenamento) de Claudio e da morte de Britanico, seu filho de sangue (nunca se soube se foi envenenado ou não), o caminho do poder está aberto a Nero e Agripina. Mas as contas de Agripina saíram-lhe mal, pois esta pensava que poderia controlar o filho e ser ela o verdadeiro poder em Roma, e Nero entra numa guerra surda de intriga com a mãe para de uma vez por todas se libertar do jugo desta terrível mulher! Esta serve-se de tudo para tentar controlar o filho, chegando inclusivamente a ser sua companheira sexual… o incesto não era problema!
Rodando à volta desta intriga e jogo de poder nos bastidores temos Murena obcecado em vingar a mãe, assassinada num anterior volume por ordem de Agripina, temos Balba, o antigo gladiador númida e escravo de Britanico, que também jurou vingar a morte do seu pequeno amo, acabando por se juntar a Murena visto que o objectivo de ambos era quase comum.
Para além disto temos novas intrigas amorosas, surgindo mais uma “víbora”, considerada a mulher mais bonita de Roma na altura: Popeia!
Agripina antevendo o seu fim às mãos do filho prepara Popeia para a subida ao poder mostrando-lhe o caminho para o filho, apenas com o prazer de estragar a relação deste com Acté, o seu grande amor!
No final do livro ***** *** ** ******** ***** *** ****!
(Isso queriam vocês saber!)
O segundo ciclo, o Ciclo da Esposa, já está terminado no original, sendo também de quatro volumes. A ASA quer iniciar este ciclo ainda este ano (Maio), e eu vou torcer para que aconteça, pois é uma série de grande qualidade! O quinto tomo terá o nome de "A Deusa Negra".
Já agora, espero também que o álbum em capa dura que irá sair para a FNAC, saia com a capa do terceiro volume. Assim ficaremos com as quatro capas do primeiro ciclo (a capa do álbum ASA/O Público é do quarto volume), e eu adoro estas quatro capas!
Para mais informação sobre os anteriores livros clicar no link: Murena
:)

Boas leituras!

Hardcover
Criado por Jean Dufaux e Philippe Delaby
Editado entre 2011 pela ASA/O Público
Nota : 9,5 em 10

4 comentários:

paulo brito disse...

Este ainda não o tenho nas minhas mãos. Tenho deixado acumular os livros no meu quiosque habitual. Mas estou também ansioso por lhe colocar os dedos.

Bongop disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bongop disse...

Paulo Brito
Espero que tenhas os outros dois volumes, senão não percebes nada.
Já agora posso dizer que quem não os tem (e quer ter) tem de dar corda aos sapatos, pois encontram-se quase esgotados!

paulo brito disse...

Sei que é um comentário/link fora do contexto, mas devo o colocar.
http://blog.paulobrito.info/dragon-ball-livro-errado/