sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Comic Con Portugal 2014: Notícias da Banda Desenhada - Brian K. Vaughan


Mais um autor confirmado.
Desta vez é Brian K. Vaughan, e é garantidamente um bom complemento para Pia Guerra!

Brian K. Vaughan é um escritor de comics que está francamente em alta. Tem tido uma carreira bem regular, e sempre a subir, dentro da indústria dos comics. A nota da organização da Comi Con Portugal foca as suas obras mais importantes e o Leituras de BD vai deixar aqui link para algumas dessas obras que por aqui já passaram.

Passemos então à nota da Comic Con:

A primeira edição da Comic Con Portugal contará com a ilustre presença de BRIAN K. VAUGHAN!

Y: The Last Man (Vertigo), Ex Machina (DC Comics) Runaways (Marvel Comics), Saga (Image Comics) e Private Eye, uma BD digital publicada em PanelSyndicate.com, são alguns dos maiores sucessos do escritor de banda desenhada.


No seu currículo, destacam-se, entre outras distinções, o prémio Eisner, visto como o Óscar da Nona Arte.

A carreira de Brian K. Vaughan inclui igualmente trabalhos em televisão: escreveu alguns episódios de Lost, série premiada da ABC, tendo sido ainda escritor e produtor do estrondoso êxito da CBS, Under the Dome.

Como vêem ele e o autor de uma das séries do momento: Saga!
Mas o LBD já falou de Fábula de Bagdad (Pride of Bagdad) e de Y: The Last Man. Este como já foi referido, foi feito com Pia Guerra que estará presente nesta Comic Con Portugal também.

Agora os links para quem tiver curiosidade de ver, ou rever, no LBD o seguintes trabalhos de Brian K. Vaughan (basta clicar no nome da obra):













Página oficial do evento: http://www.comic-con-portugal.com/pt/
Boas leituras
Deixa o teu comentário

2 comentários:

  1. Este é um momento histórico para a 9ª arte em Portugal.

    Não sei se posso ir, mas gostava bastante.

    ResponderEliminar
  2. Rui Esteves
    Repara Rui, acho(e quero) que esta Comic Con vai vingar.
    Mas até agora, olhando para os convidados do certame, não vejo ainda nada que nós não tivéssemos melhor na Amadora e Beja. Não acho um momento histórico para a 9ª Arte. Para isso teriam de ter um conjunto de autores e artistas completamente fora do normal, ora a Amadora e Beja já tiveram muito superior a isso. Isto é um facto!
    ;)

    ResponderEliminar

Bongadas