domingo, 19 de abril de 2009

Witchblade Compendium Vol.1


A detective nova-iorquina Sara Pezzini entra na possessão de uma antigo artefacto, a Witchblade, quando se introduziu com o seu colega na luxuosa "penthouse" do magnata Kenneth Irons. Este descobriu o artefacto durante umas escavações arqueológicas na Grécia, e resolveu estudar o seu poder para de algum modo o poder usar. Mas este sensível artefacto destruía a mão de quem o ousasse usar, e descobriu isso na 1ª pessoa, ficando ele, Irons, sem a sua mão direita! Irons estudou a história da Witchblade e chegou à conclusão de que o artefacto já tinha sido possuído por personagens como Joana d’Arc e Cleópatra. Esta relíquia de poder destrutivo imenso, era o filho e a balança entre o Darkness (The Darkness Compendium Vol. 1 ) e o Angelus. Irons não o sabia na altura, e saiu-lhe caro, que a Witchblade apenas se ligava naturalmente a personagens femininas. Assim, Pezzini, atrai imediatamente a atenção da manopla durante a confusão instalada por mais uma tentativa de possessão falhada, e pela entrada dos dois detectives na sala. Toda esta parte da origem da Witchblade está editada em dois volumes, na nossa Língua, pela Devir.
Depois de toda esta primeira experiência de Sara com a Witchblade, esta começa a ter problemas em conter o terrível poder do artefacto. Apesar da relação ser simbiótica, Sara nunca quis realmente ser a possuidora de tal poder. Daí os seus problemas de uso, em que inclusivamente a perde para um homem, Ian Nottingham, que consegue numa altura ser o possuidor do Darkness e da Witchblade, o que ia provocando a sua morte. Apesar de tudo Sara, começa a utilizar todos os poderes que necessita, como por exemplo o voo e grandes descargas de energia… Gostei especialmente dos arcos com possuidoras do passado da Witchblade, além dos crossovers com o Darkness.
Os arcos de estória não são todos da mesma qualidade, alternam entre o bom e o sofrível, a arte está com uma qualidade mais sólida, sendo por vezes muito boa mesmo. Estou a falar desta compilação, ou seja, as primeiras 50 revistas (1280 páginas…), porque para o fim deste volume já tudo estava mais consistente. Mas dá bastante prazer poder ler tudo seguido sem esperar pelo próximo! Sendo eu um apreciador do “The Darkness”, e gostando dos personagens do universo Top Cow , teria sempre de obter este Compendium, pois para a compreensão de algumas passagens do The Darkness Compendium Vol. 1 era necessário este… isto para além dos excelentes eventos que surgiram ultimamente no mundo Top Cow ! Estou a falar de “First Born” e “Broken Trinity”. Por isso estou também à espera que seja editado o Witchblade Compendium Vol.2, pois trará os episódios que antecedem a mini-série First Born.
É um livro que cumpre as suas funções: reunião histórica de meia centena de revistas e entretenimento prolongado!
Boas leituras!

Hardcover
Criado por: Christina Z, David Wohl, Brian Haberlin, Ron Marz, Michael Turner, Keu Cha e Marc Silvestri.
Editado em 2009 por Image/Top Cow
Comprado em A1 Books
Nota : 8 em 10
Deixa o teu comentário

Enviar um comentário