sexta-feira, 28 de abril de 2017

Lançamento G.Floy: Cage



Mais um lançamento G.Floy. Desta vez temos Cage, o powerhouse negro da Marvel, em que a Netflix apostou tempos atrás para uma série.

A primeira aparição deste herói foi na revista "Luke Cage, Hero for Hire #1" em 1972, sendo um dos primeiros afro-americanos nos comics norte-americanos a ser protagonista em histórias de super-heróis (o primeiro na Marvel).
Inicialmente Carl Lucas fazia parte de um gang, sendo preso injustamente. Numa experiência que correu mal na prisão acabou por ficar com força sobre-humana e pele invulnerável.

Foi nesta altura que conheceu o DareDevil e o Ironfist. Casou com Jessica Jones e fez parte dos New Avengers, inclusivamente fez parte num breve período dos Fantastic Four!
Agora em português pela mão da G.floy vamos ter uma bela edição com este herói. Fiquem com o press release:


CAGE (Col. MARVEL)
Argumento de BRIAN AZZARELLO e arte de RICHARD CORBEN

O herói da Marvel que deu origem à série da NETFLIX!

Quando Luke Cage aceita investigar o assassinato de uma jovem adolescente, descobre que está a decorrer uma guerra entre três gangues diferentes pelo controlo do bairro a que chama lar. E que melhor maneira de quebrar um impasse do que oferecer os seus serviços a quem lhe pagar mais?

Brian Azzarello é um dos mais aclamados escritores de comics da actualidade, criador de uma das mais premiadas e conhecidas séries independentes, 100 Bullets, e autor de várias sagas de super-heróis para a Marvel e a DC, onde adopta sempre um ponto de vista mais humano para analisar um mundo com super-poderes. Alguns dos títulos que ele assinou mais conhecidos incluem Joker, Lex Luthor ou Batman: Cidade Destroçada. Para a Marvel escreveu um notável Hulk em que colaborou pela primeira vez com Richard Corben, um artista com um talento ímpar e um estilo original, pelo qual foi eleito para o Will Eisner Hall of Fame. E nas páginas deste Cage volta a juntar forças com Corben para um conto negro e realista, que nos transporta para o submundo do universo Marvel. Muitas vezes violento, e sempre fascinante, Cage é uma história de acção urbana no seu melhor.

“O Hip-hop, os filmes de blaxploitation e os comics são primos. A música, a banda desenhada e a rua cruzam-se nos cartoons das capas de discos pós-fase Igreja do Processo do Julgamento Final dos Funkadelic. Bootsy Collins cita os estúdios Hanna-Barbera como uma das suas principais influências. Quando descreve os primeiros tempos do Rap, no livro That’s Blaxploitation: Roots of the Baadasssss'Tude, o sempre saboroso Fab Five Freddy mostra-nos que o MC muitas vezes se comparava a “todo o género de personagens de banda desenhada e super-heróis”. Como disse, o hip-hop, os filmes de blaxploitation e os comics estão todos na família. E agora, temos de volta um Cage de barrete, para manter o funk vivo. CAGE traz uma voz urbana autêntica - a voz do herói de blaxploitation, a voz do hip-hop, a voz da classe negra pobre - para a banda desenhada. E, apesar de afirmar que é um mercenário - tal como em todos os bons filmes de blaxploitation e kung fu - Cage é um herói da classe pobre. Um preto à séria, cheio de atitude à Huey Newton, imbuído de Mito Urbano.”
Do prefácio de Darius James.





CAGE
Brian Azzarello (argumento) e Richard Corben (arte)
Formato comic, capa dura, 128 pgs. a cores. PVP: 10,99€
ISBN: 978-84-16510-30-6





Boas leituras



Deixa o teu comentário

Enviar um comentário