sexta-feira, 11 de Maio de 2012

A Palavra dos Outros: Animal Man #8 por Miguel Peres


Miguel Peres traz-nos hoje um dos títulos mais fortes da DC: Animal Man!
Toda a crítica da especialidade tem tecido rasgados elogios a esta série de Jeff Lemire. É a vez de passar pelo Leituras de BD!

Animal Man #8
Por esta altura, muitos fãs de banda desenhada fizeram as suas escolhas no que toca a ongoing series da nova série da DC. Portanto, não sei até que ponto será útil esta crítica, mas serve também para abrir discussão sobre o herói. À cabeça, comecei a do Superman (e entretanto já desisti) e a do Animal Man.
Conheci este herói através das revistas DC 2000 onde Grant Morrison deu uma grande volta a esta personagem. Aliás, de toda a revista as aventuras que mais gostava eram sem dúvida do Animal Man: parecia que a DC tinha dado a personagem ao escritor e disse-lhe: “faz o que quiseres com ele”. Li muitas e boas histórias com uma dose de bizarro e fantástico absolutamente geniais!
Então, quando soube que Animal Man ia voltar com Jeff Lemire (responsável pelo originalíssimo e viciante Sweetooth) não hesitei. E pelo que li, tem sido um dos grandes sucessos desta nova vida da DC. Todo o conceito do “Red” (e pelos vistos do “Green” com o Swamp Thing) como explicação sobre tudo o que está por detrás dos poderes de Buddy Baker, toda a liberdade em rebentar com o que é lógico e dar-nos a cru personagens estranhas e bizarras, faz com que cada issue seja lido avidamente e se chore pelo próximo.
O que realmente gosto em Animal Man, e isso está bem patente nesta nova série, é que sinto que a
personagem tem mesmo uma família com que se preocupar e que as suas ações têm consequências reais para os seus. Buddy Baker não tem só que se preocupar em enfrentar os inimigos, ele tem de se preocupar com os problemas normais internos de uma família. Sente-se que é natural, esta preocupação e o argumento consegue equilibrar bem esta dictomia entre dever com a sociedade e com a família. Neste #8, Buddy Baker decide contra-atacar contra o “Rot” e tentar que esta saga louca acabe. Cada página é muito bem aproveitada e sempre com um ritmo alucinante. E a arte de Travel Foreman continua impecável e consegue adicionar mais força a cada ação. Para quem ainda não segue esta personagem, aconselho vivamente que o faça: é garantido ganchos finais fortíssimos, arte alucinante e bizarra e um argumento com bons twists.

Miguel Peres

Este é um título que eu aconselho a todos quanto gostam de Banda Desenhada.
Novamente o meu obrigado a todos quanto já tem passado pela rubrica "A Palavra dos Outros", fico grato pelo interesse que têm mostrado em enriquecer este blogue.
:)


Boas leituras

16 comentários:

Guy Santos disse...

Mais uma pessoa falando muito bem de Animal-Man, este personagem realmente é muito interessante.

Rodrigo Garrit disse...

Também acompanhei a fase de Grant Morrison à frente das desventuras de Buddy Baker, era fã confesso dessas histórias e como tal, posso dizer a nova fase não decepciona... para mim, é leitura obrigatória nestes novos 52. Parabéns pelo artigo!

Oneiros disse...

Eu adorei a fase do Morrison no Animal Man (mas preferia o Doom Patrol:))
Esta ainda não li:)
Miguel tens lido algo novo da Shadowline?
Vi uma coisa que me despertou o interesse "saga" de Brian K Vaughan:)
Tens de ler o Bullet Proof Coffin do David Hine. Simplesmente OBRIGATÓRIO. Uma das melhores BDS de sempre:)

João Roberto da Costa disse...

De fato a série tem sido muito elogiada.

Nos foruns de Quadrinhos que participo Animal Man tem sido um dos títulos que o pessoal tem acompanhado com prazer.

Arion disse...

Muy buenas imágenes, se nota que Foreman es un gran artista.

Venerável Victor disse...

a palavra desse "outro" foi muito bem recebida por mim, afinal, Homem Animal é sim a melhor revista dos Novos 52 títulos DC, uma das que passo 30 dias esperando chegar.E Jeff Lemire um dos escritores que renovou em mim a fé na BD americana.

Nuno Amado disse...

Guy Santos
Toda a gente fala bem de Animal Man!
:D

Rodrigo Garrit
Acompanhei a espaços o Animal Man tempos atrás. Este novo li online 3 revistas e já não quis ler mais! Espero que saia o TPB!
:)

Oneiros
Vais ter de esperar que o Miguel venha aqui!
:D

João Roberto
Acho que toda a gente anda a vibrar com Animal Man!
;)

Arion
A arte está muito boa. Não escolhi páginas, foi mesmo "ao calhas" porque quase todas elas são boas e não valia pena estar a escolher!
:)

Venerável Victor
Eu não estou a passar por 30 dias de espera... estou à espera do TPB!
E Lemire está a tornar-se um excelente autor!
;)

Pedro Leal disse...

eu gostei muito do Morrisson escrevendo nimal man, mas essa fase atual eu não acompanhei. (Para ser sincero, estou meio que evitando a DC ultimamente). Mas é bom ver que ainda estão fazendo algo de bom com um personagem que nasceu na lista F praticamente

Nuno Amado disse...

Pedro Leal
Fazes mal em nao acompanhar a DC nesta sua nova fase. Existem bastantes bons títulos! É preciso é escolher...
Animal Man é um deles!
;)

Nuno Amado disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alex D'ates disse...

O Animal representa uma das 5 revistas que eu creio valer realmente a pena das N52.

Hugo Silva disse...

Eu li os primeiros 2 números dos 52 e realmente Animal Man já aí se destacava, pelos vistos continua bem

Nuno Amado disse...

Alex D'ates
Animal Man vale muito a pena! Dos melhores títulos actuais da DC Comics.
:)

HUgo Silva
Animal Man está cada vez melhor. Grande aposta para a DC nestes novos títulos!
;)

Miguel Peres disse...

Hey Oneiros!

Bem, geralmente ando com atenção ao site da Image e raramente consigo distinguir as sub-editoras (é assim que se diz?) da Image, mas sim, a "Saga" parece-me uma boa aposta. No entanto, para essa vou esperar pelos tpb. O "Y: the last man" também fiz pelos tpb, acaba por ficar mais barato pois essas séries são bem grandes. Quanto à outra que referiste, fica apontada ;) Tenho que ler, obrigado pela sugestão!

Paula disse...

Olá Miguel,
acho que se chamam sub-editoras (mas eu não percebo nada disso.. hehehehe).
Li o 1º número e achei muita piada e prefiro os comics aos TPBs (ocupam-me menos espaço nas prateleiras:) e acho mais piada:))
Quanto ao BPC tens de ler, o David Hine esteve no MAB é uma pessoa excelente e vê-se que ADORA BD e o quarto numero da série (em comic) recomendo mesmo, pois ele criou uma nova linguagem dentro da BD com esse comic (umas semanas após o MAB).
Compra pelo menos esse que irás gostar de certeza.
Abraço

Paula disse...

Assinado: Oneiros (estava ligado com a conta de gmail da minha namorada.. hehehehe)