sábado, 14 de janeiro de 2012

Capas: Elizabeth Báthory

Erzsébet Báthory, a Condessa Sangrenta de origem Húngara, deu origem a um mito, mito este que deu o mote a uma boa quantidade de livros. Raúlo Cáceres, que já trabalhou com Warren Ellis em Crécy e Gravel, criou esta novela gráfica com base no mito da Condessa Sangrenta num maravilhoso preto e branco. Existem versões deste livro em Castelhano e Inglês (esgotado e difícil de encontrar), o meu exemplar está em Castelhano. 
Não é um livro para todos os estômagos, nem para todos os cérebros... o sexo é absoluto neste livro, mas com um nível de depravação e perversão que ultrapassa todos os limites!
A capa é muito simples, mas ao mesmo tempo muito expressiva, neste caso colei também a contracapa.
Se alguém comprar este livro não o deixe ao alcance de crianças! 
(Nem dá para escolher imagens interiores para colocar aqui...)

Boas leituras
Deixa o teu comentário

Enviar um comentário