sábado, 21 de janeiro de 2012

Gotham City Sirens Vol. 3: Strange Fruit

“-The World can kiss my sweet pattotie…
… but any queen who tries to punk G-Town is in for a beatin’!”
(Harley Quinn)

I LOVE THIS!
Depois de um excelente primeiro livro, e de um segundo “assim assim”, Gotham City Sirens surge pleno de vivacidade nesta terceira aventura das três anti-heroínas de Gotham! Para quem não sabe esta série tem como protagonistas principais Catwoman, Poison Ivy e Harley Quinn.
Mas como não podia deixar de ser baseia-se no universo Batman, e como tal ele está presente, assim como o Joker! Este terceiro livro pode-se dizer que se joga a cinco beldades, visto que Zatanna e Talia Al Ghul juntam-se às três protagonistas para uma excelente estória de paixão e entretenimento! Aliás, este entretenimento de leitura nem nos deixa respirar pela velocidade de acção e bons diálogos! Por falar em bons diálogos… Harley Quinn é a minha favorita, louca, cómica, apaixonada e completamente fiel às suas amigas não lhe importando os seus segredos passados.
A personagem Harley Quinn é explorada de tal maneira que é ela o sal e a pimenta desta série, e é um excelente trabalho de alavancagem de uma personagem bastante secundária!
Tony Bedard e Peter Calloway tiveram uma excelente entrada neste livro como autores dos textos, Paul Dini tinha sido o autor dos dois primeiros e no segundo já estava um pouco em queda de ideias… isto apesar de que a parte final do segundo já tinha a mão de Bedard.
O autor da parte artística é neste livro Andres Guinaldo, que substitui Guillem March. Aqui acho que a série desceu um pouco, gosto mais da arte de March do que de Guinaldo!
O livro começa com a continuação e término do arco iniciado no segundo volume, uma excelente evolução de ideias que tem no centro Poison Ivy descentrada e louca por uma planta humanóide. Mas o início do arco seguinte neste livro eleva bem a estória a nível qualitativo, voltando ao tema da identidade secreta de Batman…
Selina Kyle (Catwoman) é sempre o elo mais fraco neste assunto, visto que infelizmente sabe quem é Batman. Zatanna tinha posto protecções psíquicas no passado para que ela nunca pudesse fornecer contra vontade a identidade do morcego, mas Tália Al Ghul convence Zatanna a apagar da mente de Selina toda e qualquer referência a Bruce Wayne. Para convencer Zatanna serve-se de uma gigantesca maquinação, extremamente bem orquestrada, que quase dá resultado… as moças tentam-se recompor desta estória que pôs à prova a sua amizade, mas no final… bem Harley Quinn passa-se dos carretos e vai atrás de alguém com uma vontade muito assassina! Quem é o feliz alvo desta fúria? Hã? LOL
Fiquei com muiiiita água na boca para ler a continuação, mesmo!
Espero que o “reboot” da DC não estrague este título, é dos mais interessantes fora do círculo dos heróis habituais, e funciona como uma lufada de ar fresco nas estórias pesadas e já com muita história por trás.
Têm a referência neste blogue ao primeiro livro:
Gotham City Sirens Vol.1: Union
O segundo chama-se Songs of the Sirens, e o quarto volume sairá em Março com o título Division.

Boas leituras!

Hardcover
Criado por: Tony Bedard, Peter Calloway e Andres Guinaldo
Editado em 2010 por DC Comics
Nota : 9 em 10
Deixa o teu comentário

Enviar um comentário